Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

viver a vida

Levezas

LEVEZAS

É bom poder carregar levezas
Flutuar, no grande salão da vida valsar
Talvez até um pouco de levadezas
A vida foi feita para aproveitar

É bom distribuir delicadeza
Abraçar, beijar, a todos amar
Trazer em si um pouco de sutileza
Para quando a vontade for de chorar

A vida fica cheia de lindeza
Quando abrimos os olhos da alma
E mergulhamos em nossa natureza

Não significa que não haverá tristeza
Apenas que elas não terão prioridade
Num coração leve, onde reine a pureza

Alda M S Santos

Injusta

INJUSTA

A vida pode ser cruel
Dolorosa, intensa, parcial
A cada um de nós caberá
Torná-la menos desigual

Muitas vezes parece tão longa
Noutras é por demais curta
Mas é o que fazemos por ela
Que a tornará menos injusta

Buscamos no outro a alegria
Ou a paz que de nós fugiu
Sequer percebemos que está na gente
O prazer de viver que um dia sumiu

Mesmo injusta ela é só nossa
Mas se torna mais bela
Quando destrancamos portas fechadas
E sorrisos abrimos em nossa janela…

Mesmo injusta ainda podemos fazer dela
Uma linda e encantadora aquarela…

Alda M S Santos

Decisões

DECISÕES

Decidi não mais me preocupar
Não quero mais sofrer ou me amargurar
Ou se isso acontecer
Que seja apenas um atalho bem rápido
Que logo me devolva ao saudável caminhar
Decidi não mais me importar
Com quem já encontrou guarida noutro lugar
Preciso mais de mim mesma me ocupar
Abastecer meu estoque para poder me doar
Decidi sempre procurar ajudar
A quem de mim verdadeiramente precisar
Que fique feliz com minha presença
Meu sorriso, atenção e doce abraçar
Decidi resgatar entre as muitas de mim
Aquelas que possam se autoabastecer
Que não necessitem tanto dos outros
Para garantir o seu próprio viver
Decidi nunca me esquecer de mim
Aquela que tem alegria, energia, prazer
Até mesmo aquela que às vezes só quer desaparecer
Porque ambas são partes do mesmo viver
Lados diferentes da mesma moeda lançada
Todo o tempo dessa vida abençoada…
Decidi…
Alda M S Santos

Canarinhos

CANARINHOS
Canarinhos na ameixeira, cantam, comem, fazem zoeira
São muitos, brigam, disputam uma fêmea
Fico a observar a fêmea namoradeira
Qual irá escolher, o mais amarelinho, o mais galante
Ou o que canta mais bonitinho, mais “falante”?
Banham-se no rodador do jardim
Divertem -se, encantam, encantam-se
Qual será desse romance o fim?
E a algazarra continua até o despertar da Lua
Vão-se embora, não sei qual deles venceu
Qual ficou com a fêmea que se ofereceu
Vida linda, doce, colorida e simples
Comer, cantar, namorar…
E nós aqui a vida a complicar…
Alda M S Santos

A LISTA

A LISTA

Lista de coisas a fazer antes de morrer
Lista que se renova e faz renascer
Lista de medos, de desejos, de anseios
Lista de conquistas, vitórias, devaneios

Sempre conhecer um lugar novo
Reencontrar um amigo, abraço gostoso
Ser calmaria na vida desse povo
Ter na vida um amor intenso, fogoso

Pular de paraquedas, fazer um cruzeiro
Fazer o que der na telha o dia inteiro
Voltar à terra natal
Descansar à sombra da mangueira no quintal

Banhar nua na cachoeira gelada
Ser na varanda aquela moça feliz, a namorada
Ler, escrever, fazer valer esse viver
Com ou sem lista, tudo por prazer…

Alda M S Santos

Por onde eu for

POR ONDE EU FOR

Sigo por aí parecendo muito certa de meus caminhos

Dos entroncamentos, das vias esburacadas

Dando de cara com gente má e bons anjinhos

Nas ruas sem saída e grandes encruzilhadas

Não consigo fugir de mim, deixar nada para trás

Por onde eu for, nas costas e na alma, levo bagagem

No coração quem me amou, quem amei

Nessa vida especial, minha grande viagem

Vão comigo as lembranças das lágrimas derramadas

Toda a tristeza e dores já acalmadas

O aprendizado que trouxe de toda vida aproveitada

Mas por onde eu for, certa do caminho ou não

Levo comigo tudo que sou, toda emoção

Disso nunca conseguirei abrir mão

Alda M S Santos

Estrela cadente

ESTRELA CADENTE

Deitada numa rede na noite quente

Lua a brilhar, soberana, envolvente

Uma brisa suave, um céu de estrelas salpicado

Sons noturnos, pensamentos voam, embaralhados

O céu parece ora tão longe, ora tão perto

Desejo danado de ir até lá, parece tão certo

Estrelas que piscam, atraem, chamam

Encanto constante daqueles que amam

Logo risca o céu uma estrela cadente

Opa! Um pedido torna-se urgente…

Quero um mundo de gente mais gente!

Outra estrela cadente desfila para mim

Que será que ela que dizer assim?

Ame! A vida é linda, mas logo tem um fim…

Alda M S Santos

Se um dia…

SE UM DIA…

Se um dia eu voltar aqui

Quero ter poder de escolha

Onde nascer, com quem conviver

E aqueles com quem partilhar o amor

Não me importo em ter que lidar com a dor

Se puder ser acolhida, acolher, levar um pouco de calor

Quero poder estar perto, ser parte da natureza

Poder me extasiar com sua beleza

Quero me embriagar de magia

Viver entre poetas, ser a poesia

Se possível, estar na mata ou perto do mar…

A única riqueza que faço questão

É a de trazer bons sentimentos no coração

Não preciso de luxo ou ostentação

Troco tudo pela paz e o abraço de um irmão

De gente bonita de alma e amigos do coração

Quero nem muito pedir

Quero ser apenas gratidão

E ter vocês nessa vida de evolução…

Alda M S Santos

Paraíso

PARAÍSO

Tudo que é bom, que queremos bem definir

Nós chamamos de paraíso

Um lugar lindo e tranquilo é paraíso

Um local chique e sofisticado é paraíso

Um cantinho simples e mágico é paraíso

Um viver de respeito e carinho é paraíso

Um trabalho que nos agrada é paraíso

Um ambiente almejado, que acalma, é paraíso

Boas e verdadeiras amizades são paraíso

Um alguém que aquece e acelera o coração é paraíso

Relações saudáveis e amorosas levam ao paraíso

Boas lembranças, saudades, esperanças, são paraíso

Paraíso pode ser diferente para um ou para outro

Mas sempre irá remeter a um local ou situação sem problemas

Onde reinam a paz, o amor, a bem-aventurança

Aqui é lindo, sofisticado, a Lagoa Paraíso

Mas quantos paraísos temos no dia a dia

E sequer demos conta?

Quantos paraísos diários ignoramos?

Quando você se sente num paraíso?

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: