Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

Amor

Quando o amor se faz

QUANDO O AMOR SE FAZ

Quando o amor se faz
Todo mal e agonia se desfaz
Prazer revigora, a luz traz
Para a alma, alegria e paz

Quando o amor se faz
O corpo aquece,  vibra
O coração pulsa, fortalece
A vida se alonga, engrandece

Quando o amor se faz
Tudo fica mais belo, brilhante
A energia reluz, o bem conduz
Viver se torna fascinante

Quando o amor se faz…

Alda M S Santos

Amor sincero?

AMOR SINCERO!?

Uma pergunta um tanto descabida
Uma exclamação para lá de sofrida
Não é amor se não for sincero, isso é certo
Se há falsidade não se quer por perto

Amor é desejo, é luz, é sinceridade no olhar
É querer colo, dar colo, não querer separar
É vontade de estar junto, ser exclusividade
Amor bom cabem só dois, reciprocidade

Se há sombra, desconfiança ou tristeza
Não é amor, é dor, é sofrimento, é dureza
Covardia, maldade tiram do amor toda a beleza

Amor é bênção, é lição, doce sensação
Amor é, sim, sincero, quero essa emoção
Sem ele não dá para viver bem não

Alda M S Santos
Tarde de Poesias: AMOR SINCERO!?

Tanta gente…

TANTA GENTE…

Tanta gente ferindo seu irmão
Tanta gente que não se importa com o coração
Tanta gente que quer ter sempre razão
Por vezes é difícil seguir com determinação

Tanta gente por aí na falsidade
Batendo forte, sendo maldade
Será que há gente que seja bondade
Que, sem egoísmos, saiba ser humanidade?

Tantos podem ser os momentos cinzentos
Tantas feridas rondando os pensamentos
A mente vaga em busca de uma boa lembrança
Bem colorida e brilhante que desperte a esperança

A vida é feita de cores, de flores
Perfumes e odores, tantas dores e amores
Nesse caminho a gente escolhe o que priorizar
Sempre escolherei ficar no amar

Alda M S Santos

Amor, nossa melhor natureza

AMOR , NOSSA MELHOR NATUREZA

O amor tem super poderes bem especiais
Daqueles que não resistimos, não são banais
Em tempo quente é brisa,  refrigério, é beleza
No frio aquece o interior, desperta nossa melhor natureza

Amor bom é daquele tipo que sabe se adequar
Em cada momento entende se é hora de falar
Se é melhor se recolher, calar, silenciar
Ou se é hora de somente com carinho abraçar

Amor tem a química e a física perfeitas
Sabe ser atração, ímã, não faz desfeitas
Só repele o que faz mal para o coração
Nem precisa entender qual a razão

Amor nasce e cresce em qualquer estação
Se bem alimentado na primavera é flor em botão
Nas tempestades de verão é chuva passageira
Nos outonos e invernos ele derrete qualquer geleira

Alda M S Santos
Tarde de Poesias: Amor derrete geleiras

Encontrar o amor…

ENCONTRAR O AMOR

Há quem passe a vida inteira na busca do amor
Esperando dar de cara com ele sem vergonha ou pudor
Quer que venha bater em sua porta num dia chuvoso
Talvez se apresente numa tarde na praia de sol gostoso

Muitos se enveredam em buscas insanas, amalucadas
Sonham com algo inimaginável, por vezes, ciladas
Amor é coisa simples, porém bela e intensa, é jardim, é flor
Não precisa correr atrás, se verdadeiro, ele atrai e pousa como beija-flor

Encontrar o amor é objetivo, é desejo
Pode ser tão simples esse ensejo
Basta observar ao seu redor, ter atenção
Amor pode estar perto, é percepção, é construção

Viver uma vida de amor é nossa intenção
Mas não vale alimentar qualquer coisa não
Se for mesmo amor vai tocar o coração
Não precisa entender,  amor desconhece a razão

Alda M S Santos
TARDE DE POESIAS: ENCONTRAR O AMOR…

Amor, meu guia

AMOR, MEU GUIA

Não busco muito por aqui nesse mundão
Mas só é válida uma vida com emoção
Busco amor, ardor, uma dose extra de carinho
De fazer vibrar o coração com muito jeitinho

Amor pelos encantos da natureza
Amor por tudo que há de beleza
Amor pelas pessoas, pela humanidade
Amor que se intensifica com a idade

O amor é meu único norte
É ele que sempre me dá suporte
Mesmo que doa, ele me faz forte

O amor é minha luz, meu guia
Amor todo o tempo, de noite ou de dia
Sem amor, certamente eu nada seria

Alda M S Santos

Telepaticamente

TELEPATICAMENTE

Tenho vontade de me conectar telepaticamente
De longe ou de perto me unir doce e delicadamente
Uma magia entre várias mentes e emoções
Sendo capaz de agir e produzir  boas sensações

Se isso um dia fosse possível nesse plano
Essa conexão por amor e paz entre humanos
O viver seria algo mais intenso, primoroso
O contágio do bem se alastraria, não sendo doloroso

Seria necessária uma densa e sutil barreira
Que não permitisse conectar o mal nem de brincadeira
Só seriam partilhados a luz, o amor, a união
O mais seria rompido na linha de tensão, corte de conexão

Quero fazer exatamente assim
Fechar os olhos e já me imaginar num suave motim
Quem sabe no silêncio do mar, das águas do oceano
Me unir em energia com quem deseje um mundo mais humano

Alda M S Santos

Por mais amor e paz

POR MAIS AMOR E PAZ

A paz que eu tanto quero deve começar em mim
O amor que desejo viçoso deve brotar em meu jardim
Eu posso ser facilitadora desse valioso processo
Quando cuido, rego, hidrato, flexibilizo, não engesso

Sou boa jardineira quando percebo as semelhanças
Melhor ainda quando atento para as discrepâncias
A paz começa quando o outro sei respeitar
E tudo que vier por aqui avalio, sem julgar

O amor é um só, mas há vários modos de amar
Em cada um deles o lema principal é cuidar
Não nos esqueçamos que na vida há tropeços
Mas, felizmente, somos preparados para recomeços

Não é preciso que seja tudo tão certo, perfeito
Estou aqui, sou protagonista, sou sujeito
O amor e a paz são para todos, nao dá para comprar
Sem guerras dá para investir, desejar, saber conquistar

Alda M S Santos

Uma nova canção

UMA NOVA CANÇÃO

Busco por aqui um novo cantar
Novos versos, novo jeito de rimar
Quero poder cantar aos quatro ventos
Tudo que se passa com meus sentimentos

Preciso me encontrar numa nova canção
Que toque fundo, que chegue ao coração
Uma canção que fale de amor
Que possa ser carinho, ser cobertor

Quero cantar nessa doce melodia
Toda a minha tristeza ou alegria
Preciso que chegue a todos, gere harmonia

Quero uma canção para apagar os barulhos da guerra
Que acalme a alma, que o tormento encerre
Que só deixe em nós os sons do amor pela Terra

Alda M S Santos

Faça amor, não faça a guerra!

FAÇA AMOR, NAO FAÇA A GUERRA!

Faça amor, não faça a guerra
Parece tão claro e tão óbvio fazer uma opção
Como entender que há quem não saiba escolher
Será tão complicada assim a compreensão
Ou sou eu que não entendo desse mundão
Há quem diga que é preciso a guerra para se ter paz
Qual a lógica em algo tão ineficaz?

Faça amor, não faça a guerra
Um convite tão belo, tão pacifista
Será uma visão assim tão humanista
Que afasta os adeptos da razão e da competição
Por um pedaço de chão, de petróleo ou de religião
Perde-se a própria humanidade para manter a vaidade
Perde-se tantas vidas querendo manter a integridade
Vivemos num mundo com tanta temeridade

Faça amor, não faça a guerra
Quem ama não faz guerra, planta jardins
Na terra ou nos corações afins
Quem ama faz carinho, é abrigo
Quem ama estende a mão, é amigo
Quem ama carrega nas mãos e no coração
A arma mais eficaz do mundo: a solidariedade
Ela aproxima almas, afastando a vaidade
Quero viver num mundo onde reine a bondade!

Alda M S Santos
Tarde de Poesia: Quem ama não faz guerra

Salvador

SALVADOR 

Tão bom quando sentimos que mesmo em momentos de solidão 

Quando as coisas estão bem, dando certo ou não

Naqueles instantes em que queremos atrair só boa sensação

Inspirar, expirar, fazer pedidos, receber bênçãos, ser gratidão 

Há lugares em que sentimos mais de perto a presença do Salvador

Espaços em que Seu cuidado está carregado de amor 

Não sei se já está em nós essa capacidade e percepção

Ou se é mesmo o exterior que cutuca o bem do interior 

Gosto de saber que há um alguém sempre presente

Ter a firme convicção que Ele cuida da vida da gente

Podendo ativar nossa esperança e, em passos firmes, seguirmos em frente

Gosto de sentir a presença do Salvador

Em Salvador ou em qualquer outro lugar em que haja amor…

Alda M S Santos 

Um caso de amor


UM CASO DE AMOR

Estou vivendo um lindo caso de amor
Mas estou meio dividida entre a luz e o calor
Amores do dia ou da noite, cada qual com seu encanto
Despertando doces desejos, afastando o pranto

O dia traz o amor Sol, aquece corpo e alma
Arrepia a pele, queima, impacienta, pede calma
Sabe ser vida e calor em abundância
É beleza, é luz, é alegria, é exuberância

A noite permite o reinado do amor Lua
Nos encoraja, nos despe, deixa a alma nua
É um afeto carregado de mistério e magia
Atrai, encanta, faz nascer amor com poesia

Diante de dois amores tomei uma decisão
Não me importo se não foi feita com a razão
Vou fazer o que pedir meu coração
Amo o Sol durante o dia, à noite a Lua e eu vivemos intensa paixão

Alda M S Santos

Escrevo o amor…

ESCREVO O AMOR…

Escrevo o amor, quem irá receber
Será que alguém conseguirá ler
As linhas nem sempre retilíneas
De uma alma intensa, sanguínea?

Escrevo o amor, será bem interpretado
Quem ler será por ele tocado?
A linguagem do amor é universal
Feita de carinhos, doação, algo especial

Escrevo o amor, leio o amor, espalho o amor
Mas há momentos em ele causa dor
A razão, alguém me diz, por favor?

Será por não haver aquela cumplicidade
Ou por faltar um pouco mais de reciprocidade
Dá para espalhar no vento, sem imunidade?

Alda M S Santos

Permita-me!

PERMITA-ME!

Não quero suas roupas, elas não me servem
Ora vão apertar, incomodar, machucar
Ora vão ficar grandes demais, desconfortáveis
Vez ou outra, se me aprouver, posso até tentar
E com sabedoria usar o que puder me ajudar
Mas, deixe que eu faça minhas escolhas, por favor!
Você pode, por amor ou amizade, me acolher
Mas não é legal impor seu modo de ser, ou como tenho que fazer
Você veste o que já testou e ajustou para si
Eu preciso descobrir o que cabe em mim
Meu corpo é outro, minhas emoções idem
Nosso modo de viver e nossos tempos não coincidem
Para meu crescimento eu preciso fazer no meu tempo
Aquilo que acredito e posso lidar sem muito sofrimento
Cabe ao amor e à amizade estar perto
Estar junto, acolher, abraçar, isso é certo
Caminhar lado a lado exige fé no outro, em si mesmo
E, acima de tudo, respeito e confiança
A base de toda relação que traz alegria é esperança
Deixemos cada qual ser o que é…

Alda M S Santos

Te carreguei no colo

TE CARREGUEI NO COLO
Criados para suportar toda adversidade
Nosso corpo é flexível
Nossa mente é adaptável
Nossa alma é renovável
Nosso coração é elástico, capacidade ilimitada
Muitas vezes desconhecemos esse fato
Constantemente colocados à prova
Numa análise preliminar
Pensamos tombar facilmente
Numa avaliação mais minuciosa
Em retrospectiva, descobrimos nossa força
A força que vem do Criador
Que olha por nós e nos ampara todo o tempo
Que nunca nos abandona, mesmo quando estamos muito pesados
Pelas dores e adversidades do viver
“Nos momentos mais difíceis de sua vida
Eu te carreguei no colo”…
Alda M S Santos

Laços de amor

LAÇOS DE AMOR

Vida enfeitada com um grande laço
A unir histórias, corações, passo a passo
Um presente com carinho embrulhado
Mas que precisamos abrir com cuidado

Laços são feitos aos poucos, devagarinho
Quanto mais tempo levam, mais ficam bonitinhos
Um laço de amor construído com confiança
É o que há de mais belo, carregado de lembranças

Há laços de todo tipo e finalidade
Cada qual com seu propósito de felicidade
Mas são mais belos os que têm simplicidade

Não podemos descuidar, é preciso alimentar
Um olhar, um toque, um saber irrigar
Faz de cada laço de amor um doce momento nesse lugar

Alda M S Santos

Apenas mais um…

APENAS MAIS UM…

Todos queremos ser por aqui especiais
Ter morada num coração, sermos essenciais
Para alguém, para a vida não passar em vão
Não é bom se sentir um qualquer, sem predileção

É bom saber que desperta um sorriso bonito
Que o coração dispara, desejo infinito
Que sua presença é por alguém esperada
E sempre faz bem, é comemorada

Ninguém quer ser apenas um a mais
Numa lista de tanta gente fugaz, sem paz
Onde chegar ou partir é apenas um tanto faz

Bom mesmo é saber-se necessário
Independente da utilidade, ser ímpar, unitário
E nunca, nunca se sentir solitário

Alda M S Santos

Amor é poesia

AMOR É POESIA

O amor carrega a suavidade da poesia
Aquela que há em todo canto, gera alegria
Não importa o estilo, com ou sem rima,
Amor é inspiração, arte, nossa obra prima

Amor é a trilha mais bonita, mais certeira
O caminho que não exige estar na dianteira
Cada qual vai em seu ritmo, seu compasso
Pouco a pouco apertando e ajeitando os laços

Nosso sonho ou nossa realidade
A poesia é fantasia de um amor de verdade
Atinge a todo coração, cupido não tem piedade

No amor do poeta há muita poesia
Na poesia do poeta há muito amor
Amar é preciso, sem dor ou pudor, por favor!

Alda M S Santos
Sarau Amor é poesia

Rugas?

RUGAS?

Eu costumava dizer na escola:
Melhor enrugar o papel contact que o rosto
Sabemos que as rugas são inevitáveis
Isso está claro, bem posto
Mas podemos torná-las mais adiáveis
E não há qualquer mágica ou remédio milagroso
O segredo vem de pequenos cuidados
Que não devem ser esquecidos ou adiados
Nada contra um bom hidratante
Tem papel no colágeno, é revigorante
Mas há um hidratante mais que especial
Que não permite rugas na alma
Fugir das rusgas, ter bom astral
Ser e ter amigos, sorrir é a receita
Para uma vida menos imperfeita
Rir dos próprios atropelos e apelos
Não se cobrar tanto, não querer ser perfeita
Manter distância do que não agrega
Que é mala pesada, sobrecarrega
E se há um segredo especial além da boa genética
É ser boa gente para si e para os outros, ser ética
E não há melhor colágeno que o amor
Desse use e abuse, por favor!

Alda M S Santos

Eu pago!

EU PAGO!

Saudade chega sem avisar
Não se importa se vai alegrar
Ou se naquele momento vai machucar
Fica enquanto quer, faz lágrima rolar
Ocupa o vazio que deixaram as lembranças
Do amor que sempre foi motor da esperança

Saudade é quando o que é palpável se vai
Deixando em seu lugar apenas o (in)maginável
E a imaginação por vezes é boa companheira
Em outras tantas atiça uma dor traiçoeira
Faz-nos viajar dentro e fora de nós
Apertando laços, refazendo o amor, desfazendo os nós

Saudade não tem idade, não tem maldade
Só marca o peito de quem viveu com intensidade
Um sentimento tão confuso, dicotômico, controverso
De um viver rico, ímpar, encantador, desejável, diverso
Se a saudade é o preço a pagar por uma vida de verdade
Pago satisfeita, cada marca que foi felicidade

Alda M S Santos

Naquele dia aconteceu assim…

NAQUELE DIA ACONTECEU ASSIM… 

A brisa era leve, as águas refrescantes
O barco navegava lento, ondulante
Tudo era um convite para os amantes 
A beleza do amor estava em seus semblantes 

O céu azul era a calorosa testemunha 
Do que ali acontecia, sob o sol que se punha 
Os pássaros cantavam, voavam, apreciavam
A seu modo aplaudiam aqueles que se amavam

Em meio a mais linda natureza ela dançava 
Delicadamente a veste branca e leve ela tirava 
Os olhos dele fixos, brilhantes, acompanhavam
Diante de cada movimento dela seu coração pulava 

Um estender de mãos, um convite, doce sorriso 
Não tinha mais jeito, sumia qualquer juízo 
O sol lentamente desaparecia no horizonte 
Deixando para trás explosão de amor aos montes

Alda M S Santos 
70⁰ Encontro ao PÔR DO SOL
Tema: Naquele dia aconteceu assim

Essência da alma

ESSÊNCIA DA ALMA

Se fosse feita uma análise bem detalhada
Uma biópsia em várias partes diagnosticada
Uma foto em 3D muito bem digitalizada
Como se revelaria a alma, como seria representada?

Teria a forma de uma flor, a delicadeza da rosa
Seria como a noite de luar, bem gloriosa
Daria para ser descrita em versos, em prosa
Ou nada poderia determinar, seria misteriosa?

Como a alma seria mais facilmente definida
Seria silenciosa, reticente, curta, comprida
O que nela seria importante, essencial
Que a manteria sempre no bem, afastada do mal?

Independente se se apresentaria nitidamente
Ou menos aparente, mais discretamente
A sua mais linda forma seria do amor
Ele é a essência da alma, seja como for

Alda M S Santos

Meu mundo todinho

MEU MUNDO TODINHO

Cabe muita coisa no meu cantinho
Ele se equivale a meu mundo todinho
Ora é grande, ora bem pequenininho
Mas faço de tudo para mantê-lo com carinho

Em meu mundo todinho cabe família e amigos
Amor, filhos, pais, irmãos, são meus abrigos
Não faz tanta falta o que seja material
Valem sentimentos reais, emoções ao natural

Meu mundo todinho cabe você
Que está comigo, me nota, me lê
Que compreende o que nem sempre vê

Meu mundo todinho só existe com Deus
Ele faz valer os sonhos e desejos meus
Me permite caminhar e me juntar aos seus

Alda M S Santos

Templo de amor

TEMPLO DO AMOR

Há tantos templos lindos e grandiosos
Ornamentação rica, muito valiosos
Interior ou exterior bem atraentes
Templos de amor e oração, são envolventes

Além dos templos de pedra que há
O templo mais lindo de todos nesse lugar
É o que abriga nossa alma em total esplendor
Nosso corpo, o mais lindo templo do amor

É um templo único, especial
Não podemos fazer dele uso banal
A vida nos cobra cada uso irracional

Por isso é preciso saber cuidar, não abusar
Uso indevido pode ferir, machucar
Ele é um presente do Criador, Pai de amor

Alda M S Santos

Previsão do tempo

PREVISÃO DO TEMPO

A previsão do tempo nem sempre é confiável
Zonas úmidas se transformam em seca desagradável
Sol vira chuva, frio vira calor, brisa vira tempestade
Geadas chegam trazendo nova realidade

Mas não dá para ignorar nossas próprias previsões
Quase sempre nos alertam, bom ter provisões
Aquela angústia sinaliza tempos de ventanias
O peito apertado pede agasalho e mais harmonia

Um pouco mais de atenção
Se houver cuidado na observação
Lá no fundo a alma prevê boa sensação

Seja Sol ou chuva, frio ou calor
Tempos de vacas magras ou dissabor
Prevejo que tudo fica melhor onde chove mais amor

Alda M S Santos

Tempo de amor

TEMPO DE AMOR

Diz o Grande Livro que há tempo para tudo
Tempos alegres, outros sisudos
Será que dá para definir bem
O tempo de cada coisa que nos convém?

Há tempos mais chorosos, conflitos internos
Há outros de muita dependência do externo
Mas todos requerem amor, esperança
Para poder seguir em nossas andanças

Quero tempo de luz, alegria e paz
Alimento da alma que no bem se refaz
E espalha ao mundo tudo que satisfaz

Seja em qual estação estivermos
Primavera, verão, outono ou inverno
Quero deixar brilhar o Sol, ser amor fraterno 

Alda M S Santos

Ao seu lado

AO SEU LADO

É bom a gente se acomodar bem
Naqueles lugares onde nos sentimos alguém
Saber-se aceito, querido, sentir-se abrigo
Bem-vindos, não somos ou oferecemos perigo

Bom poder se sentir no aconchego de um lar
Ser acolhido, compreendido, o coração acomodar
Lugar onde podemos andar descalços
Alma leve, nua, segura, sem percalços

Paz, refrigério, luz, aceitação, ameaça zero
Não se cobra, não se impõe, isso eu reitero
Precisa ser recíproco o querer, o desejo ser sincero

Se se sentir inseguro, ameaçado ou tolerado
Não perceber que a felicidade sentou ao seu lado
Não fique, mude a rota, não é legal ser indesejado

Alda M S Santos

Amar é…

AMAR É…

Amar é tão simples que parece complicado
Mas a verdade é que o amor precisa de aliados
Só amor não transpõe barreiras, não perdura
Respeito, lealdade, carinho, admiração, candura

A admiração, o encanto nisso tudo é essencial
Pelo outro como um todo, físico e espiritual
É ela que mantém acesa aquela chama
Que aquece a mente, o corpo, a alma clama

Amar é respeitar o que cada um é
Crescer juntos em sabedoria e fé
Amar é cuidar do outro, é se cuidar
Quem ama quer estar bem, quer agradar

Amar é transpor obstáculos, derrubar barreiras
Juntos seguir, romper fronteiras
Para o amor quase nada é impossível
E a felicidade é algo simples, acessível

Alda M S Santos
Tarde de Poesias; AMAR É ROMPER BARREIRAS

Ainda me ama?

AINDA ME AMA?
Sei que me ama
Quando sou sorriso, alegria, atividade
Sei que me ama também
Quando sou entrega, amor, pura sensualidade
Ou luz, carinho, bondade, verdadeira amizade
Mas será que me ama ainda
Quando tudo fica escuro
O sorriso vira lágrima
A atividade cessa
O amor não tem pressa
A alegria arrefece
A sensualidade adormece…
E aí? A amizade se compadece?
Seu amor está condicionado a quê,
Para que possa permanecer ao meu lado?
Posso contar contigo, meu coração
Para ser, mesmo nos erros, meu abrigo, meu irmão?
Alda M S Santos

O uso do cachimbo

O USO DO CACHIMBO

O uso do cachimbo faz a boca torta
Para o bem ou para o mal, quem se importa?
Na visão do vício pelo tabaco, pelo fumo
Já é sabido que faz mal, não me acostumo

Numa visão mais ampla e genérica
Há muitas coisas tortas, homéricas
Cada um sabe o tanto que é nocivo
O mal uso que se faz do que parece atrativo

Tudo que é excessivo faz mal
Bom mesmo é saber dosar, ser racional
Ainda que seja algo muito emocional

Se for para entortar ou endireitar
Que seja por atos de amor e compaixão
Um vício cujo uso faça bem ao nosso irmão

Alda M S Santos

Amor é pura poesia

AMOR É PURA POESIA

A razão de toda poesia que há
O motivo de viver a divagar
Ser a mais doce sensação
Que grita, silencia, faz pulsar o coração

Amor é pura poesia!

Está nos sonhos, nos mais secretos desejos
Está nos versos recheados de beijos
No orvalho da aurora, na brisa do entardecer
Está na magia que encanta o anoitecer

Amor é pura poesia!

É o que dá sentido à existência
É o que faz crescer, evoluir, ser essência
Não pode doer, machucar, envergonhar
Amor é, feliz, num coração morar

Amor é pura poesia!

A palavra de Deus fala, sentencia
O viver ensina, mostra o broto dessa energia
Amar é o único modo de viver em harmonia
Entregar-se, ser parceria, ser sintonia

Amor é pura poesia!

O poeta sabe o amor transcrever
Em versos intensos para levar o prazer
A poesia é amor, amor é poesia
Não dá para viver sem essa alegria

Amor é pura poesia!

Alda M S Santos
Mais no meu blog vidaintensavida.com

Amor é …amizade!

AMOR É… AMIZADE!

O mais lindo modo de gostar, de amar
De estar perto, ser afeto em qualquer lugar
É aquele que carrega em si a amizade
Sua leveza, encanto e bondade

Amizade que é conselho, puxão de orelha
Que orienta, acolhe, abraça, emparelha
Amizade é amor que nunca morre, diz o poeta
Vou além, amor sem amizade não se completa

Entre todos os modos de ser amor, ser irmão
Ágape, philos ou eros… não há confusão
Se a base de todos for a doação

Ágape vem do alto, está no topo, perfeito
Eros é paixão, é desejo, se intensifica no leito
Philos é a amizade que temos eterna no peito

Alda M S Santos
Aniversário Amar é Preciso
Tema: Amor é amizade

Amar é orar…

AMAR É ORAR…

Amar é viver tudo juntos, orar juntos
Ainda que em momentos separados
Amar é comungar sonhos e ideais
É buscar ser por aqui abençoados

Amar é orar por si, pelo outro, pela humanidade
Independentemente da fé, vale a sinceridade
Agradecer por tudo, pedir renovada capacidade
De por aqui fazer a diferença, agir na bondade

Amar é ter canal direto com o Alto
Poder falar e ouvir em oração
Ser aberto, sem medos, ser todo coração

Quem ora junto demonstra fé e harmonia
Leva ao Pai seus desejos, fica em sintonia
A alma permanece leve, transmite alegria

Alda M S Santos
Aniversário 8 anos Amar é Preciso
Tema: Amar é orar juntos

Amor é…paixão

AMOR É…PAIXÃO

Amor é atração, é desejo, é paixão
É aquele calor que faz pulsar o coração
Que anima, alegra, doce sensação
É viver sempre sob forte emoção

Amor precisa ser forte, ser paixão
Não apenas a paixão física, que exige atenção
Mas a paixão que instiga a persistir
A estar sempre disposto a agir

Paixão pelo existir, pelo trabalho
Paixão pelos bons caminhos, pelos atalhos
Paixão ao adormecer, ao amanhecer e admirar o orvalho

Amor é paixão, é vida em ebulição
Mas tudo é melhor com moderação
Assim faz bem à alma, ao coração

Alda M S Santos
Aniversário 8 anos Amar é Preciso
Tema: Amor é Paixão

Amor é fidelidade…

AMOR É … FIDELIDADE

Amar é confiar, é ser confiável, é querer bem
É se doar de corpo e alma a um alguém
Isso implica numa relação de fidelidade
Mais que isso, amor exige lealdade

E essa condição é prazerosa, não é sofrida
Se faz por escolha, para o amor de nossa vida
Amar é ter alegria, é ter vontade
Tudo fazer junto, isso é buscar felicidade

No amor a fidelidade é inerente
Quem ama quer assim, fica mais contente
Encanta ter alguém especial na vida da gente

Amor não assusta, não mete medo
Não faz exigências, não tem segredo
Amor é leve, nosso melhor brinquedo

Alda M S Santos
Aniversário 8 anos Amar é Preciso
Tema: Amor é fidelidade

Amor é…solidariedade

AMOR É…SOLIDARIEDADE

Quero em mim um coração a pulsar
Sempre, todo o tempo, fazendo o bem circular
Levando a todo canto, a cada lugar
Uma mão solidária disposta a ajudar

Quero ser a luz, a solidariedade
Espalhando paz, disseminando bondade
Nosso mundo carece de afeto e calor
Oração, fé, acolhimento e amor

Não há melhor modo de buscar igualdade
Do que aquele que prima pela solidariedade
Somos todos filhos do mesmo Pai, mesmo Criador
Sua maior lição sempre foi baseada no amor

Conforme as suas obras a cada um será dado
De quem mais recebeu mais será cobrado
Não haverá jeito de se furtar, ficar calado
Um bom coração, solidário, é abençoado

Alda M S Santos
Aniversário 8 anos Amar é Preciso
Amor é Solidariedade

Amar é…saúde

AMAR É…SAÚDE

Que é ter saúde?

É estar bem de corpo e mente

É sentir paz, estar contente

Ou é ter um amor na vida da gente?

Que é ter saúde?

É brincar, dançar, pular alegremente

É encantar, atrair, ser sorridente

Ou é ser afeto, carinho, ser envolvente?

Que é ter saúde?

É ter fé, cuidar de si e do outro, é se amar

É ser luz, ser caminho, é ter bem estar

Ou ter uma consciência tranquila, se valorizar?

Que é ter saúde?

É abraçar a vida que a gente tem

É ser feliz morando no coração de alguém

Ou ainda, ser um abrigo para o bem?

Amar é ser saúde, é ter saúde, é espalhar saúde…

Saúde é ser amor, é ter amor, é espalhar amor…

Amar é…saúde!

Alda M S Santos

Aniversário 8 anos Amar é Preciso

Tema: Amar é… saúde.

Amar é… vida

AMAR É… VIDA

Amar é estar sempre em busca de luz
De uma energia boa que nos conduz
É querer com o outro boa conexão
Aquela que enriquece os dias, afasta a solidão

Amar é querer essa doce interação
Da alma, do corpo, da mente, do coração
Amar é pedir mais e mais emoção
É inspirar e expirar adorável sensação

Amar é… viver, simplesmente
Sem amor o sorriso não é envolvente
A alma flagela, sofre, fica carente

Amar é… aprendizado, é calor, é beleza
É encanto, é magia, é nossa inteireza
É por aqui validar a vida, com certeza

Alda M S Santos

Precisa ser

PRECISA SER
Pode ser belo para tocar, mas precisa ser especial para encantar
Pode ser triste até machucar, mas precisa ser profundo para conseguir curar
Pode ter sido bom para apertar o peito, mas precisa ser saudade para rasgá-lo
Pode ser sorriso para alegrar, mas precisa ser verdadeiro para ser felicidade
Podem ser lágrimas que deixam dúvidas e mágoas, mas precisam ser esclarecidas e vir da alma pra irrigar
Pode ser o caminho difícil, mas precisa ter flores para enfeitar
Pode ser abraço que aquece, mas precisa ser aconchegante para envolver vidas
Pode ser amigo que acompanhe, mas precisa ser leal para ser duradouro
Pode ser o que for, mas apenas a certeza do amor dado e, principalmente recebido,
É capaz de promover mudanças significativas
Dentro ou fora de nós!
Alda M S Santos

Inspiração

INSPIRAÇÃO
Há o céu de intenso azul com um gavião a plainar
Ou nuvens espessas e uma chuva a se armar
Isso serve para inspirar
Mas há também você a me olhar…
Há árvores frondosas no vento a balançar
As folhas secas no outono a cair e o chão a forrar
Ou flores lindas e coloridas na primavera a perfumar
Isso serve para inspirar
Mas há também seu sorriso a me encantar…
Há o rio que nasce na serra e cai nas pedras a cascatear
Ou as ondas do mar que batem nas rochas e espumam na areia a desmanchar
Isso serve para inspirar
Mas há também você a me acariciar…
Há toda a natureza, o céu, a terra e o mar
Ou Deus, a família e os amigos a me alegrar
Mas nada tão completo como você, como o amor
Para poder me inspirar…
Alda M S Santos

O sabor do amor

O SABOR DO AMOR

Qual será o gostinho, o sabor
Que deixa na boca o amor?
Será azedinho, adocicado
Amargo, agridoce ou apimentado?

E no corpo, na alma, no coração
Qual será o sabor, a sensação?
Será que deixa marcas essa paixão
E fica saudade se restar só solidão?

Amor que é gostoso não é amargo
Não pesa, não machuca, é leve, adoça
É terno, brincalhão, aceita até troça

Amor que é bom deixa marca de felicidade
Doce, agridoce, apimentado, que seja de verdade
A qualquer um satisfaz, não escolhe idade

Alda M S Santos
Tarde de Poesias: O sabor do amor

Leve-me com você

LEVE-ME COM VOCÊ

Leve-me com você
Não importa para onde
Apenas leve-me para onde for
A direção a seguir fica a cargo do amor

Leve-me com você
Coloque-me no colo, mas se isso não for possível
Nunca me tire do coração
Só assim poderei segui-lo
Só assim vale a pena ir contigo

Leve-me com você
Ouça minha voz, sua companheira de todas as horas
Ouça meus desejos, sintonize-os com os seus
Guie-se por eles, acolha-os
E nunca estará sozinho

Leve-me com você
Como marca digital na sua pele
Como emoção boa no coração
Como uma luz acesa na alma
Eternizados um no outro
Não importando aonde estejamos

Leve-me com você,
Levo-o comigo…

Alda M S Santos

Num relacionamento sério?

NUM RELACIONAMENTO SÉRIO?

Há quem deseje um relacionamento sério
Outros os intitulam de relacionamento aberto
Relação séria parece fechada demais, meio carrancuda
Aberta parece que qualquer um pode entrar
Eu prefiro um relacionamento leve, divertido
Daqueles firmes e tranquilos, afeto garantido
Seriedade tira um pouco a alegria
Abertura não gera confiança, perde a magia
Bom é um relacionamento que tenha portas e janelas
Mas que essas estejam destrancadas, sem chave
Para que a brisa da vida possa balançar as cortinas e o ar renovar
O Sol possa entrar sem pedir licença e aquecer
Uma relação sem medos, prisão ou ameaças
Onde o sorriso seja sua marca, sua maior graça
Uma união onde o brincar seja permitido
Que não haja desconfiança, nada sofrido
Relacionamento sério no compromisso assumido
Aberto para sair o negativo, manter o bem adquirido
Mas, sobretudo um relacionamento bem leve, onde amar seja garantido
E o viver possa fazer todo o sentido!

Alda M S Santos

Intimidade

INTIMIDADE

Intimidade é aquela relação prazerosa que cultivamos
Com quem nos é especial
Onde tudo podemos dizer, fazer, trocar
Sem nos envergonhar e, com isso, aliviar todo mal

Quem tem boas relações de amor, de amizade
Quase nunca é acometido pela solidão
Encontra nessa pessoa a disponibilidade
E a intimidade que complementa toda boa relação

A intimidade pede reciprocidade
Confiança que se abastece na troca, conexão
Nudez em sua totalidade
Intimidade não só de corpos, mais conhecida como paixão,
Mas intimidade de mente, sintonia
Principalmente, intimidade de almas, magia…

Uma boa intimidade de almas nunca se acaba
Vai além da vida…

Alda M S Santos

Onde carregas?

ONDE CARREGAS?

Onde carregas o que amas?

No pulso a contar o tempo
A te enternecer todo o momento?
Na carteira bem guardado
Onde proteges o valorizado?

Onde carregas o que amas?

Naquela imagem no celular estampada
Num cartão na página do livro marcada
Na camiseta em coração silkada
Ou numa declaração no corpo tatuada?

Onde carregas o que amas?

Na pele tal qual fragrâncias impregnadas
Na mente em muitas memórias ativadas
No coração em todos os espaços demarcados
Na alma, enfim, o amor eternizado…

Onde carregas o que amas?

Alda M S Santos

Gosto assim…

GOSTO ASSIM…
Gosto de olhos que tocam docemente com carinho
Quando a autoconfiança inala a frieza ácida da tristeza e da dúvida
Gosto de silêncios com sabor adocicado de mel
Ou de palavras que apaguem o calor destrutivo do fel
Gosto de pessoas letradas em ler o brilho molhado que vaza nos olhos
Quando eles estão embaçados pelo vapor amargo das decepções
Gosto do perfume doce, macio e inebriante dos abraços, da proteção amorosa que aquece
Que anestesiam qualquer grito perturbador e confuso que se cala na alma
Gosto de quem ouve o não-dito nas palavras, não acusa, acolhe
De quem lê e entende o que não está escrito em letras
De quem fala por sorrisos, compreende os não sorrisos da distância
Gosto de sentir vibrar na pele o som do amor que arrepia,
Que nasce nos pequenos desejos feito cachoeira na serra
E cresce, alimentado e protegido pelas matas ciliares do cuidado
Desce feito rio manso e cada vez mais caudaloso
Abastecido pelas águas poderosas da reciprocidade
Segue seu curso certeiro, sem guias, rumo ao mar
Exalando perfume suave de alfazema em suas cores quentes de fim de tarde
E, na imensidão do oceano, se mistura, mesmo escondido, vive e se faz infinito e eterno
Alda M S Santos

Cabe direitinho

CABE DIREITINHO

Gosto de coisas que cabem direitinho
Que parecem ter sido feitas sob medida
Como minha cabeça em seu ombro acolhedor
Ou nossos pés entrelaçados sob o cobertor

Gosto de coisas que cabem direitinho
Como minhas mãos dentro das suas
Meu sorriso sob seu terno olhar
Minha segurança em seu modo de amar

Gosto de coisas que se harmonizam
Como um beijo suave ao amanhecer
Ou um caloroso e intenso abraço ao anoitecer

Gosto de me encaixar, me completar em você
Ou do modo como você se completa em mim
Caber direitinho faz muito bem, ah, faz sim

Alda M S Santos

Tão perto de mim

TÃO PERTO DE MIM

Tão perto de mim, ah quero sim
Quanto mais perto, melhor, bem assim
Despertando muito carinho, emoção
Muito cuidado, ternura e proteção

Tão perto, bem perto, bem dentro
Aquela sensação de sintonia, de acolhimento
O jeito de nos sentir em casa, contentamento
Amor que é tranquilo, mesmo no arrebatamento

Tão perto assim de mim, almas afins
De um jeito terno, suave, perfume de jasmim
Provoca fulgor, calor, é bem sedutor
Mas traz também a paz e aconchego de um cobertor

Alda M S Santos
Tarde de Poesias
Tema: Tão perto de mim

Formato de amor

FORMATO DE AMOR

Se é sonho tem aparência açucarada
Se é caminhada tem suaves pegadas
Se é encontro tem um doce confronto
Se é sedução tem intensidade e emoção

Em tudo há formato de amor…

Se é poesia tem um encanto, uma magia
Se é natureza, carrega paz, muita beleza
Se é trabalho tem prazer, faz acontecer
Se é amizade, é carinho, é verdade

Em tudo há formato de amor…

Se é uma boa prosa, tem perfume de rosa
Se é viagem, se perde, se acha, leve paragem
Se é fé, é Deus, esperança e planos meus
Se é busca, encontro, vida, aconchego, guarida

Em tudo há formato de amor…

Alda M S Santos

A estrada do amor

A ESTRADA DO AMOR

A estrada que me leva a você parece longa
Repleta de vazios ou tão intensamente cheia
Tem muitos aclives e declives, meio alheia
Sol escaldante, chuva ou tempestades de areia

A estrada que me leva a você pode ser escura
Fazer doer, me perder, causar amargura
Noutras é muita luz, encanto, brilho que irradia
Atiça a imaginação, alegria, doce fantasia

A estrada que me leva a você tem árvores e cor
Tem sombra, brisa suave, rio, desejado frescor
Tem flores às margens, tem doce perfume
Basta seguir em frente, feliz rumo ao cume

Essa estrada até você, amor, sou eu quem faço
Com afeto, carinho, esperança, criando laços
Faço história, faço amor, beijos e abraços
Nessa estrada há magia em cada passo

Alda M S Santos

Encontro ao Pôr do Sol

Tema: A estrada que me leva a você

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: