Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Categoria

amadurecimento

Mulher/Menina

MULHER/MENINA

Ela caminha pela vida
Vestindo sorriso de menina, alma de mulher
Ou será sorriso de mulher, alma de menina?
Tanto faz, mulher/menina ou menina/mulher…

Ela caminha pela vida
Levando abraços, beijos, delicadeza
Em busca de resgatar da vida a pureza
E absorver da rosa a beleza…

Ela caminha pela vida
Deixando onde passa pequenas partes de si
Em cada canto um encanto
Junto a uma fragrância de jasmim…

Ela caminha pela vida
Trazendo consigo na alma, no sorriso
As cicatrizes de cada alegria, cada perigo
E as marcas de onde encontrou abrigo…

Ela caminha pela vida
Mulher/menina, menina/mulher
Até quando puder…

Alda M S Santos

Água ou fogo

ÁGUA OU FOGO?
Água ou fogo, calor ou frescor
Calmaria ou tempestade
Doçura, delicadeza e bondade
Ou atitude, agitação, lutas, felicidade
Sem falso pudor?
Água ou fogo?
Em qual deles encontramos o que mais precisamos
Voo livre ou terra firme
Asas ou raizes
Liberdade ou segurança
Troncos ou galhos, flores ou frutos?
Que buscamos?
Almejamos aquilo que nos atiça, energiza
Ou aquilo que nos acalma, tranquiliza
Qual elemento mais nos completa
Água ou fogo?
É preciso ficar alerta
Água que lava, refresca,
Nos leva em seu curso
Ou fogo que nos aquece, alimenta, instiga,
Consome o que nos faz mal
Ativa o bem e apaga toda intriga?
Água ou fogo?
Depende do que mais necessitamos no momento
Ambos podem nos limpar, purificar
Nos permitir recomeçar…
Água ou fogo?
Que saibamos escolher o elemento certo
No momento mais incerto…
Alda M S Santos

É preciso descansar

É PRECISO DESCANSAR

É preciso descansar
O corpo, a mente, o coração
A alma pede paz, hibernação
Mas se para isso precisar
Vamos o corpo todo trabalhar
Ou buscar nesse vasto mundo um lugar
Onde possa a alma se recuperar
Tanto medo, tristeza, decepção
A esperança já perdeu o verde, desbotou
O amor necessita novo calor, esfriou
A beleza necessita novo viço, foscou
A fé já não move nem um barranco, arriou
“Felicidade não existe, diz a canção
“O que existe na vida são momentos felizes”
Nessa perspectiva, vamos vivendo
De momentos em momentos, sobrevivendo
É preciso descansar, respirar
Para nova energia encontrar
Para cada medo, tristeza, decepção, superar
E o amor, a esperança, a fé, a beleza, atiçar
Cansaço do corpo logo se recupera
Cansaço da alma é outra situação
Mas um bom meio é estender a mão
É saber que ao ajudar um irmão
Gera sinergia, de coração para coração
É preciso descansar…

Alda M S Santos

Falso negativo ou positivo?

FALSO NEGATIVO OU POSITIVO?

O mundo agora está desse jeito
Há positivo, há negativo
Mas temos também além disso
Falso positivo, falso negativo
Como lidar com tudo isso?
Não dá mesmo para saber…
Ou negativo é que deveria ser?
Sei lá, preciso isso esclarecer
Se positivo ou se negativo
Vida obscura, parece castigo
Como devo ao certo proceder?
Pois se é falso positivo
Um negativo pode ser
Mas quando é falso negativo
Aí é positivo… quero nem ver!
Saudade do tempo em que sabia definir
Em cores, ou em preto e branco
Quando positivo era bom, negativo era ruim
E nao ficava à espera do porvir
Para saber como agir e seguir
No falso ou verdadeiro, negativo ou positivo
Há que se reagir, que loucura!
Você há de convir!

Alda M S Santos

Prioridade

PRIORIDADE

A busca eterna pela felicidade
Passa por um caminho estreito
Tantas vezes queremos ser prioridade
E não há nisso nenhum defeito

Queremos comandar o querer
De quem ocupa nosso viver
Não dá para controlar no outro a vontade
Lutar por isso causa insanidade

Se não formos tão importantes
Para quem nos é prioridade
Viver dói, causa infelicidade

Mas bom é fazer de nós mesmos
Uma pessoa importante, sem igual
Que não nos abandona, não nos faz mal

Alda M S Santos

Nunca!

NUNCA!

Estamos sendo convocados
Pelo nosso eu, nosso interior
A encontrar um meio de valorizar
O que realmente tem valor

Nunca fomos tão necessários
Para fazer uma boa avaliação
Do que em nós é precário
E do que carece evolução

Nunca fizemos tanta falta
Para nós,  para a humanidade
Saber que somos mais e melhores
Quando agimos pela coletividade

Nunca tanta carência se evidenciou
De fé,  de pão, de emoção e afeto
O momento é agora, já começou
Você não poderá fugir,  isso é certo

Alda M S Santos

Onde mais aprendes

ONDE MAIS APRENDES

Nos desertos ressequidos que atravessas
Na pele fina pelo sol castigada
Nos olhos irritadiços que poupas
Na alma de cansaço fustigada

É onde mais aprendes…

Nas negativas que recebes
Na busca incessante por descanso, por uma rede
Na chuva que não irriga seu solo interior
Nos oásis que não satisfazem sua sede

É onde mais aprendes…

Nas batalhas que já não queres lutar
No propósito de, ainda assim, seguir em frente
Nos medos que precisas enfrentar
Para com a vida não ser descrente

É onde mais aprendes…

Nas lembranças de tempos difíceis
Na força que te fez valente
Nas lutas que enfrentou, sobreviveu
No amor que se fez presente

Foi onde mais aprendeste…

Alda M S Santos

Na vida da gente

NA VIDA DA GENTE

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente com quem a gente ri, pura amizade
Gente com quem a gente briga, pura falsidade
Gente que a gente quer distante, falta reciprocidade
Gente que nos põe para baixo, pura maldade

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente que nos instiga a superar e afastar o pranto
Gente que nos abraça com o olhar, puro encanto
Gente que foi embora, por desencanto
Gente que veio para ficar, se fazendo nosso recanto

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente com quem a gente faz amor, pura sensualidade
Gente que está longe da gente, muita saudade
Gente que nos ama desse jeitinho, pura intimidade
Gente que faz melhor a vida da gente, pura felicidade…

Com tanta gente na vida da gente
Será que ainda falta mais gente?

Há gente de todo tipo na vida da gente…

Alda M S Santos

Aboletada

ABOLETADA

Ando meio cansada
Ainda não sei bem de quê
Quero apenas ficar aboletada
Até descobrir o porquê

De tanto andar desse jeito
Inquieta e sempre atarefada
Mesmo não sendo nenhum defeito
Quero mais é ficar aboletada

Andei levando alfinetada
De gente que não é muito camarada
Mas não me importo, sou arretada
E ficarei, sim, aboletada

Pensando, meio encasquetada
A uma conclusão cheguei
Tão bom ficar aboletada
Que até já descansei

E antes de ser mal interpretada
Seguirei assim agitada e com a vida encantada
E deixo uma coisa decretada
Sempre que quiser ficarei de novo na natureza aboletada!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: