Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

Amizade

NUM BANCO À BEIRA-MAR

NUM BANCO À BEIRA-MAR

Sonhei que estava num banco à beira-mar
Longe, distante, perdido estava o olhar
Ele chegou, sentou, se dispôs a conversar
Não saberia dizer quem era, parecia familiar

Quieto, tranquilo, transmitia paz
Deixou-me à vontade, método eficaz
Não tinha pressa, não pressionava
Sabia o que fazia, calmamente aguardava

Comecei a falar, não conseguia parar
Ele, muito empático, ouvia sem julgar
Parecia tudo entender, me acolhia com o olhar

Um dedo suave minha lágrima limpou
Com extremo carinho, corpo e alma abraçou
Parecia dizer: em frente, contigo sempre estou

Alda M S Santos

Amizade virtual

AMIZADE VIRTUAL

De longe, mas parece estar perto

Não precisa conhecer, não precisa estar junto

Basta sentir que o bem-estar é profundo

De longe, mas estende a mão

De longe, mas ri de montão

De longe, mas entende a solidão

De longe, mas desperta confiança, compreensão

De longe, mas sabe ser irmão

De longe, mas sabe tocar, mesmo sem as mãos

Toca com intuição, amor e emoção

Amizade virtual é um modo de amar meio irreal

Talvez seja meio espiritual

Pode parecer irracional, mas é sensacional

E chega ao ápice quando o encontro é natural!

Sarau: Poesias e poemas

Tema: amigo virtual

Alda M S Santos

Que somos?

QUE SOMOS?

Para alguns somos abraço bom

Para outros cumplicidade

Para outros ainda, a bondade…

Para alguns somos doçura

Para outros acolhimento

Para outros ainda, aborrecimento…

Para alguns somos a luz

Para outros, sintonia

Para outros ainda, a magia…

Para alguns somos sorriso

Para outros, sensualidade

Para outros ainda, amizade…

Para alguns somos companhia

Para outros, agonia

Para outros ainda, terapia…

Para alguns somos apenas dor

Para outros, jabuticabeira em flor

Para outros ainda, verdadeiro amor…

Para alguns somos beleza

Para outros, fortaleza

Para outros ainda, delicadeza…

Para alguns somos só euforia

Para outros, sabedoria

Para outros ainda, ousadia…

Para alguns somos razão

Para outros, coração

Para outros ainda, solidão…

Para alguns somos briga

Para outros, intriga

Para outros ainda, a própria vida…

Para alguns somos o sonho

Para outros, realidade

Para outros ainda, a saudade…

E a vida assim se faz veloz

Entre aquilo que somos para os outros

E aquilo que eles são para nós …

Alda M S Santos

É bom ter por perto

É BOM TER POR PERTO

É bom ter por perto

Quem nos deixa à vontade

Sabe nos despertar sorrisos

Sem qualquer falsidade

É bom ter por perto

Quem nos aceita como a gente é

Nos faz sentir fortes e seguros

Nos ouve e alimenta nossa fé

É bom ter por perto

Não apenas quem ri conosco

Mas aqueles que sabem ser brilho

Quando o mundo parece fosco

É bom ter por perto

Quem sofre quando a gente chora

Sabe ser abrigo, aconchego

E nunca foge, não vai embora

É bom ter por perto

Quem a gente ama, tem afeto

Mas bom mesmo, de verdade

É manter dentro do coração

Quem de nós não abre mão…

É bom ter por perto…

Alda M S Santos

Na vida da gente

NA VIDA DA GENTE

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente com quem a gente ri, pura amizade

Gente com quem a gente briga, pura falsidade

Gente que a gente quer distante, falta reciprocidade

Gente que nos põe para baixo, pura maldade

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente que nos instiga a superar e afastar o pranto

Gente que nos abraça com o olhar, puro encanto

Gente que foi embora, por desencanto

Gente que veio para ficar, se fazendo nosso recanto

Há gente de todo tipo na vida da gente

Gente com quem a gente faz amor, pura sensualidade

Gente que está longe da gente, muita saudade

Gente que nos ama desse jeitinho, pura intimidade

Gente que faz melhor a vida da gente, pura felicidade…

Com tanta gente na vida da gente

Será que ainda falta mais gente?

Há gente de todo tipo na vida da gente…

Alda M S Santos

Amor com café

AMOR COM CAFÉ

O aroma é inebriante e atraente

Como o de um recém-coado café

O sabor é forte e quente

Como o de uma gostosa xícara de café

A energia é intensa e prazerosa

Como a que oferece um expresso café

A amizade é a mesma que se se fortalece

Ao compartilhar um encontro regado a risadas e café

Café é tão bom, tão bom

Que se assemelha ao amor…

Seja desde o belo cafezal em flor

Que se exibe orgulhoso de sua beleza

Plantado, colhido, torrado e coado

Ao momento da saborosa degustação

Todo um processo de amor e cuidado

Quente, forte, instigante, puro ou acompanhado

Não é aceito frio ou morno

Mas nunca, nunca enjoa!

Café e amor são assim

A energia que nos satisfaz

Por isso, são eternos em nós…

Aceita um amor com café

Ou um café com amor?

Alda M S Santos

Todos precisamos de um amor assim…

TODOS PRECISAMOS DE UM AMOR ASSIM…

Era já velhinho, bem vivido, amigo, indispensável

Mesmo que todos dissessem que não era mais muito útil

Era sempre aquela presença agradável

Isso que importava…

Ele a salvava nos momentos mais solitários e tristes

Sentia o que ela sentia, dor ou alegria

Tão fiel e grande companheiro de todas as horas

Era tudo que um amigo precisa ser…

Soube calcular certinho o tempo que tinha ainda por aqui

Não foi embora enquanto não a deixou mais forte e segura

E só quando chegou um “substituto”

Um novo amigo fiel e protetor

Ele a deixou e voltou para casa, seguiu seu destino

Mesmo sabendo que seu lugar nunca seria preenchido

Muitos outros poderiam chegar

Mas seu lugar seria seu, somente seu para sempre

Amizade que nunca abandona

Ainda que vá embora

Fica para sempre marcada no coração

Daqueles que se encontraram, conviveram e se amaram

Todos precisamos de uma amizade ou amor assim…

Alda M S Santos

Caçamba

CAÇAMBA

Amigos, amores, familiares caçamba

Aqueles nos quais se joga de tudo

Aquilo que já não se usa mais

Ou o que é perigoso, machuca, fere, sangra

Normalmente, tudo que é descarte

Mas em meio a tanta confusão

Muitas vezes algo de bom também é lançado

E as boas e verdadeiras amizades ou amores

Sabem o que aproveitar, o que reciclar, o que ignorar

Selecionar algo de bom naquilo que o outro lançou

E muitas vezes nem percebeu

Quantas vezes somos caçamba?

Quantas vezes fazemos os outros de caçamba?

Essa troca é essencial em todo relacionamento saudável

Com o devido cuidado e equilíbrio

Nem só caçamba, nem só usuário dela …

Alda M S Santos

Entre amigos

ENTRE AMIGOS

Entre amigos sorrisos brotam livremente

Entre amigos lágrimas são enxugadas

Alguns até as impedem de cair

Entre amigos não há necessidade de impressionar

Entre amigos não há medos ou desconfianças

Entre amigos temos certeza do aconchego ou do colo

Entre amigos o tempo voa, pois é um tempo de paz

Entre amigos a inveja não existe

Entre amigos há prazer nas conquistas do outro

Entre amigos até a distância é aproveitada

Para selar o que há de mais sublime:

O amor infinito presente numa amizade verdadeira

Aquela alicerçada no amor divino que os aproxima

Amizade é amor de Deus em forma humana

Disfarçado de sorrisos e delicadezas

A nos salvar quando tudo parecer sufocar …

Cultivemos!

Procuremos ver Deus em cada amigo que temos…

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: