NUM POTINHO

Já pensou como seria bom
Se pudéssemos deixar num potinho
Bem fechado e guardadinho
Para ser acessado nos momentos de carência
Quando doer, machucar, for latência
Ou simplesmente quiser reviver
Um instante de alegria, de prazer?

Se o que machuca é a solidão
Você acessa no potinho um abração
Se o que incomoda é indiferença
Encontra no potinho amiga presença
Se há lágrima a atormentar
No potinho haverá sorrisos a resgatar

Um potinho bem especial
Nele nada ficará de mal
Ele será estoque de pureza, de lindeza
Fonte de energia, delícias da natureza
Não há maior e melhor riqueza
Joga-se fora o que for dor
Ali só delicadeza da flor, doçura do amor

Quero um potinho assim..

Alda M S Santos