CANARINHOS
Canarinhos na ameixeira, cantam, comem, fazem zoeira
São muitos, brigam, disputam uma fêmea
Fico a observar a fêmea namoradeira
Qual irá escolher, o mais amarelinho, o mais galante
Ou o que canta mais bonitinho, mais “falante”?
Banham-se no rodador do jardim
Divertem -se, encantam, encantam-se
Qual será desse romance o fim?
E a algazarra continua até o despertar da Lua
Vão-se embora, não sei qual deles venceu
Qual ficou com a fêmea que se ofereceu
Vida linda, doce, colorida e simples
Comer, cantar, namorar…
E nós aqui a vida a complicar…
Alda M S Santos