Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

amor do pai

Ame!

AME!

Simplesmente sentar num banco num canto

Com alguém, como um anjo, desabafar o pranto

A vista no horizonte do intenso e belo mar

Brincar, cantar, falar, ouvir, sorrir, chorar

Apenas um tempo sem medos, sem solidão

Encontrando ali apoio, paz, um abraço irmão

Estamos todos na caixa de achados e perdidos por aqui

Até ser encontrado por quem saiba pra onde ir

A humanidade busca se encontrar

Mas o mapa não aponta bem o lugar

Passamos pelo outro para a nós mesmos chegar

“Ame a teu próximo como a si mesmo”

Não precisa sair andando a esmo

Muitas vezes o próximo a ser amado é você mesmo…

Alda M S Santos

Tá no ar

TÁ NO AR

Tá no brilho de mais um dia que se inicia

No despertar com ânimo e energia

Na gratidão que o viver propicia

No desejo de fazer deste um bom dia

Tá no ar, na brisa suave, no leve caminhar

Nos pássaros que cantam, confiantes, a voar

Nas crianças que sorriem, que correm a nos abraçar

Nos idosos postos ao sol para se esquentar

Tá na rosa que se abre para o amanhecer

Naquelas que também já vão perecer

Na vida de fartura ou de carecer

Tá no ar, tá no sorriso, no ato de se doar

Não precisa ir longe, está em todo lugar

O amor de Deus não falta, saiba encontrar…

Alda M S Santos

Ninguém te ama como eu

NINGUÉM TE AMA COMO EU

Amo você assim do jeitinho que és

Coração bondoso, estopim curto, acelerado, mas paciente

Sorriso tão fácil quanto as lágrimas

Energia a mil, dificuldade de dizer NÃO

Esforço grande para não melindrar pessoas

Amo você assim do jeitinho que és

Tão falante e tão introspectiva, ao mesmo tempo

Sua capacidade de doação, de perdão

De compreensão das falhas alheias mais que das próprias

Sua necessidade de amor, sua fragilidade

Que tantas vezes não percebe como força

Amo você assim do jeitinho que és

Falhas, erros, persistência na caminhada

A sabedoria em usar o que conseguiu conquistar

A revolta quando tiro seu “doce” para evitar que adoeça

Ou a tristeza por perder aquilo que afasto de você por proteção

Amo você assim do jeitinho que és

Ego meio problemático, emoções conflituosas

Mas isso não me impede de querer que você cresça

Que seja melhor a cada dia

Que te puxe as orelhas e te oriente

Para que possas ser o sol e as estrelas

Para si mesma e para os outros

Ninguém te ama como Eu, assim do jeitinho que és

Do jeitinho que Eu te criei

Amo você e Sempre Estarei Contigo

Para o que sempre precisar…

A mais linda declaração de amor que poderia ouvir

E veio num lindo sonho…

Alda M S Santos

Muitas moradas

MUITAS MORADAS

“Há muitas moradas na casa de Meu Pai”

Nossos corações são uma casa de muitas moradas

Neles cabem os mais diversos moradores

Em diferentes graus de necessidade e profundidade

Em diversos níveis e capacidade de ensinamento e aprendizado

Nem sempre sabemos ou conseguimos controlar quem chega e quem se vai

Apenas tentamos organizá-los melhor, mais confortavelmente

Distribuindo melhor cada espaço

Evitando que alguns tomem posse de tudo

Estamos aprendendo a lidar com nossos inquilinos e proprietários

Aceitando tranquilamente os donos cativos por usucapião

E enfrentando as dores do eterno entra e sai

Apenas Ele sabe lidar bem com Seus moradores

Há perfeição, sabedoria e amor bastantes

Talvez um dia a gente aprenda melhor a morar e ser boa morada…

Alda M S Santos

Em cada coração, uma manjedoura

EM CADA CORAÇÃO, UMA MANJEDOURA

Ele está nos asilos, nos dormitórios

Em cada semblante saudoso e olhar sofrido de um idoso

Ele está nos orfanatos, nos pequenos órfãos

Nos olhinhos brilhantes e esperançosos

Ele está nos hospitais, nos leitos

Na batalha daqueles cujo corpo luta pela vida

Ele está nos presídios, na revolta das celas

Onde a maldade e os erros reinaram e a esperança míngua

Ele está debaixo das marquises

Em meio aquela tranqueira dos moradores de rua

Como sempre, Ele está onde mais precisam Dele

Ele está onde há uma alma que luta pela vida

Ele está aqui e nem sempre é notado

Ele está onde sempre esteve: amparando e resgatando necessitados

“Ele está à porta de nosso coração e bate

Se abrirmos Ele entrará e ceará conosco”

É Natal!

Ele quer renascer em cada um de nós!

Onde quer que a gente esteja, estejamos como estiver

Que façamos de nossos corações sua manjedoura

E tudo poderá ser melhor!

Alda M S Santos

Longe ou perto?

LONGE OU PERTO?

Longe ou perto é questão de perspectiva

Mais que um referencial em metros, é questão de sensações

Como saber se estamos longe ou perto Dele?

Estamos perto ou longe do que Ele nos ensinou?

Estar perto de Deus não é estar dentro de uma igreja

Nos sentimos perto quando estamos às voltas com quem amamos

Quando valorizamos o que recebemos, conquistamos e conservamos

Estamos perto quando construímos algo de bom

Para nós, para aqueles que têm menos que nós, que precisam

O peito fica, paradoxalmente, cheio e leve, tranquilo

Estamos longe quando destruímos o que Ele construiu

Em nossas vidas, nas vidas dos outros

Estamos longe quando nos omitimos…

Estamos perto, quando mesmo na solidão, nos conectamos com Ele

Podemos senti-lo na paz que reina em nosso coração

Estamos longe quando a sensação de culpa nos invade alertando para a proximidade do erro

Estamos longe quando nos afastamos de nós, envergonhados

Estamos perto quando podemos olhá-Lo nos olhos

Sem medos, nos arrepender e, com coragem, recomeçar…

Perto ou longe?

Alda M S Santos

Ele está onde o colocamos

ELE ESTÁ ONDE O COLOCAMOS

Tantas vezes nos espaços estreitos dos labirintos de nossas vidas

Quando mais necessitamos de sol, energia, luz, calor

Um sorriso confiante, uma palavra animadora

Esbarramos nas paredes de nossos limites físicos e emocionais

Paredes frias, úmidas, mofadas, duras, escuras…

As dúvidas, medos, desesperanças quase nos nocauteando

Procuramos por uma força, um estímulo, um amor

Alguém que acredite em nós, nos compreenda, nos aceite, nos perdoe

Buscamos Deus…

E Ele será mais facilmente encontrado

Se soubermos onde procurá-Lo, o espaço que reservamos a Ele nesse labirinto

Se estiver difícil de encontrar, pensemos bem!

Deus está onde O colocamos…

Alda M S Santos

O Sagrado de todo dia

O SAGRADO DE TODO DIA

Foi por você esse amor de tal magnitude

Foi por você que Ele se entregou

Foi por acreditar na sua capacidade de se arrepender, aprender, amar e se doar

Que Ele se fez humano, enfrentou seu calvário

Foi por você, que tantas vezes duvida de si mesmo, desiste

Que tantas vezes destrói o que Ele te deixou de mais valioso

Que vira as costas ao Sagrado diário de seu lar

Que Ele carregou sua cruz, doou sua própria vida

Foi por você! Foi por mim!

Foi por todos nós!

Façamos com que não tenha sido em vão…

Alda M S Santos

Humildade

HUMILDADE

“Quem se humilha será exaltado, e quem se exalta será humilhado”.

Humildade: uma das mais difíceis virtudes, a que Jesus mais demonstrou…

Quase sempre confundida ou associada a defeitos de gente simplória, frágil ou pobre em recursos materiais ou culturais

Na verdade, é uma qualidade muito positiva de quem sabe não ser melhor que ninguém

Se formos verdadeiramente honestos

Se nos imbuirmos de coragem bastante

Se abrirmos mão de nossos adorados escrúpulos

Se mergulharmos sem receios no fundo de nossa alma

Enxergá-la nua e crua, aberta e clara, sem sombras

Se retirarmos os véus, as vendas que amenizam nossas falhas

Que mascaram, maquiam nossas feiúras

E observarmos nossa alma em sua nudez total

Veremos que não somos melhores que ninguém

Quando muito, possuímos defeitos diferentes…

Reconhecer isso é o primeiro passo para respeitar as falhas, fraquezas e feiúras alheias

Julgar e condenar um erro alheio, o pecado do outro

Não nos isenta ou expia dos nossos próprios pecados, apenas nos faz soberbos

Reconhecer e agir de acordo com essa verdade é ser humilde…

Alda M S Santos

Falar de amor maior

FALAR DE AMOR MAIOR

Falar de amor na semana em que se relembra e se “revive” o amor maior pode ser até sacrilégio

Por outro lado, não falar de amor em qualquer época, não vivê-lo é sacrilégio, pois foi tudo que Ele nos ensinou

Qualquer amor parece pequeno diante da grandeza do amor Dele por nós

A Semana Santa nos faz relembrar o que é um amor verdadeiro, desinteressado

Nunca chegaremos a tal grandeza no ato de amar

Por mais que tenhamos aprendido, nunca seríamos capazes de amar com tal desprendimento

Amamos a quem nos faz bem, nos completa de alguma forma, nos dá algo em troca

Seríamos capazes de dar a vida por quem “não merece”?

Seríamos capazes de morrer com tal dor e sacrifício por quem achamos que merece?

Temos sequer acolhido de alguma forma os mais necessitados como Ele ensinou e o fez?

Quantas vezes mais que Pedro nós O temos negado?

O único modo que temos de demonstrar gratidão é dando o melhor de nós

Nosso amor “pequeno”, mas o maior que pudermos oferecer

Procurando viver no bem e para o bem, vencendo aos poucos nossas limitações humanas

Ele as conhece bem, é Pai

Ele, em sua forma humana, as vivenciou

Só Ele pode nos ajudar e nos ensinar a amar

Por isso estamos aqui, para aprender, para ajudarmos uns aos outros

Para exercitar a tolerância e o respeito aos excluídos de todas as formas

Aguentar nosso calvário, celebrar nossa Páscoa, até nosso encontro com Ele…

Alda M S Santos

Meritocracia do amor

MERITOCRACIA DO AMOR

“Você jogou fora o amor que eu te dei”

“Doei todo o amor e o melhor de mim a quem não mereceu”

“Que tolo eu fui por arriscar minha vida por quem não valia a pena”

E por aí vão os lamentos e arrependimentos…

Músicas, poemas, livros, expressões carregadas e vidas tristes a lamentar o amor que se doou

Não atinam que quem “não merece” o amor é quem mais precisa dele

E apenas os melhores, os mais desprendidos são capazes disso

O Melhor de todos ensinou um amor puro e verdadeiro, deu-nos a própria vida

A todos nós que não merecíamos!

E nada cobrou por isso, não se arrependeu, não desistiu de nós!

Que temos feito para merecer tanto amor? Aprendemos a lição?

Amor se doa, gratuitamente!

Temos construído uma vida de amor para nós e para os outros

Ou apenas, egoisticamente, temos semeado a destruição, o desamor

E lamentado o resultado disso?

Amor verdadeiro é gratuito, claro, construtivo, nada destrói, nada cobra e não se arrepende…

Alda M S Santos

Amore

AMORE

Amore, quando faltar sossego, busque refúgio em sua alma

Ela possui uma cama quentinha e aconchegante pra te acalmar

Amore, quando precisar de disposição, busque-a em sua alma

Ela é um depósito com livre acesso a lembranças e sensações boas e animadoras

Amore, quando sentir falta de perdão, busque-o em sua alma

Ela é um “tribunal” verdadeiro e justo

Amore, se as sombras apagarem ou confundirem seu caminho, siga a trilha da sua alma

Nela está a única luz capaz de iluminar sua caminhada

Amore, se tiver necessidade de sentir-se vivo, em paz, busque vida em sua alma

Nela, por mais inóspita que esteja, Eu vivo lá

Amore, se quiser ser amado, busque sua alma

Lá está seu eu verdadeiro, o melhor de si…

Tudo que você precisa para ser feliz está lá

Porque Eu estou lá, se puder Me ver…

E Eu nunca deixarei você sozinho!

Pode confiar em Mim, no Meu amor? 🙏😇

Alda M S Santos

Naquele banco da praça

NAQUELE BANCO DA PRAÇA

Um banco convidativo numa praça, paisagem linda, calmante

E você sentado ali sozinho, saudoso, amargurado, pesando sua vida

Lágrimas insistentes, peito apertado

Vontade imensa de ter alguém com quem dividir suas dores…

Haveria alguém com quem tivesse coragem de se abrir totalmente

Despejar tudo, fazer uma faxina interna, confiar?

Imagine se Ele sentasse ao seu lado, te abraçasse longamente

Olhos nos olhos, face a face, sem julgamentos

Que você faria?

Choraria, ficaria feliz, contaria a Ele tudo num desabafo

Mesmo tendo consciência de que Ele tudo sabe, compreende

Seus medos mais infantis e tolos, e os mais sérios também

Suas fraquezas e angústias, dores profundas

Os erros conscientes e inconscientes cometidos

As lutas, as vitórias, os desejos

Os caminhos errados, as más escolhas,

Males que causou a si e aos outros

O amor que viveu, o que não valorizou, não soube viver, oportunidades perdidas

Todas as lágrimas derramadas em seu travesseiro, angústias sufocadas

Cobraria algo Dele, algum esclarecimento, dívidas

Seria maduro o bastante para assumir suas responsabilidades na desordem em que se encontra?

Que teria a dizer em sua “defesa”,

Se Ele se sentasse ao seu lado?

Ele está conosco todo o tempo

Apenas à espera que busquemos por Ele

Que possamos nos abrir com Ele, confiar

E, assim que o fizermos, sentiremos Seu abraço demorado e terno

Seu amor infinito e especial

E seguiremos mais fortes, nunca mais sozinhos…

Alda M S Santos

Indignos

INDIGNOS

A cada vez que nos questionamos aflitos, perdidos

Por que fulano me abandonou, ou por que beltrano fez isso comigo

Por que Deus não me protegeu daquele mal

Por que fui agir assim e não assado

Situações nas quais nos sentimos abandonados e desamparados

Buscamos na verdade a nós mesmos

Perdemo-nos de nós, sentimos falta de nós, não nos reconhecemos

Culpamo-nos, consideramo-nos indignos de amor e proteção

Indignos de desfrutar da árvore da vida

Mergulhamos nas sombras, no isolamento, na tristeza

Considerar-se indigno é um peso muito grande para qualquer ombro

Prestes a nos afogar nas nossas próprias angústias e lágrimas

Quando nos sentimos à beira de um abismo, o único modo de seguir em frente

É dando um passo para trás, para dentro de nós

Devemos nos reconciliar conosco mesmos para encontrá-Lo, pois

Conquistar o perdão do outro, ou perdoá-lo, é bronze

Conquistar o próprio perdão é prata

Obter o perdão divino é ouro

Ninguém é digno do ouro

Sem antes ter conquistado o bronze e a prata…

Só assim nos sentiremos dignos novamente!

Alda M S Santos

Fé em Deus?

FÉ EM DEUS?

A capacidade de confiar é inerente ao ser humano

Desde muito cedo uma criança é capaz de se jogar

Literalmente, nos braços dos pais, de um adulto

E confiar que será amparada

Mais tarde vamos limitando essa confiança a alguns poucos outros humanos

Pós-decepções e muitos tombos

A vida vai tirando a coragem de se entregar,

Física ou emocionalmente

Ou colocando o medo, a descrença, desqualificando o outro

Mas não elimina a necessidade humana de amparo, de proteção

Alguns depositam essa entrega, essa confiança total em Deus

O que é louvável, esperam Dele o impossível

Mas se abdicam da parte que lhes cabe, do possível

O que é falho, até desonesto

Na crença que Deus ampara, jogam-se em abismos inacreditáveis

Mantendo muitas recidivas, confiando no Deus milagroso, pronto-socorro,

Que está pronto para fazer o que caberia a si mesmos,

Como evitar pisar em brasas para não se queimar.

A verdadeira fé crê num Deus protetor,

Que ensina que brasas queimam,

Mas que respeita nossas escolhas e capacidade de lidar com suas queimaduras e consequências…

Alda M S Santos

Quando a vida vale mais?

QUANDO A VIDA VALE MAIS?

Quando a vida vale mais?

Saber que há ao menos um alguém nesse mundo que daria a própria vida por você?

Saber que já houve Alguém que há mais de 2000 anos deu a vida por você?

Ou saber que você, sem demagogia, seria capaz de doar a própria vida por vários alguéns, literal ou figurativamente?

Sua vida vale muito, não é?

A minha também!

Alda M S Santos

Voos de amor

VOOS DE AMOR
Sentir-se amado é um prazer indescritível. Qualquer de nós sabe a sensação maravilhosa que é sentir-se cuidado e protegido pelo outro.
Sentimentos expressos num olhar que acaricia a alma, num abraço um pouco mais demorado que protege, num beijo que aquece o coração, num toque simples que diz “estou aqui”, em palavras que regam nossa emoção de satisfação.
Porém, amar o semelhante é grandioso! Ter esses atos de carinho para com o outro é inenarrável. O prazer de doar é maior e maravilhoso!
Contudo, o amor completo é aquele que goza da reciprocidade, cujas asas são completas. Só assim voar é possível. Uma asa só torna o amor fixo, não alça voos.
O amor do Pai muitas vezes é de uma asa só. Ele nos ama incondicionalmente e, tantas vezes, não retribuímos, ignoramos.
Ele se declara em cada ato de doação e proteção todo o tempo: “Ninguém te ama como Eu! Olhe pra cruz, essa é a Minha grande prova, ninguém te ama como Eu!
Quando descobrirmos a grandiosidade do voo de um amor completo, especialmente com Deus, seremos verdadeiramente felizes!
Bom diaaa!
Alda M S Santos

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: