QUERO SER VIDA

Quero ser a chuva que cai incessante

Que irriga a terra, lava a alma inconstante

E tem efeito calmante…

Quero ser o sol que aquece

Que inebria, amortece

Causa sonolência, amolece, adormece…

Quero ser a brisa que acaricia

Que vem suave, a pele arrepia

E nos deixa em transe, pura magia…

Quero ser a lua que banha

Ilumina os amantes, sem barganha

E neles provoca grande façanha…

Quero ser vida, tensão, paixão, emoção

A energia que flui de coração para coração…

Alda M S Santos