MEU JARDIM

Amo cultivar meu jardim

Pequeno ou grande, não importa

Quero apenas que seja assim

Uma saída, uma porta

Uma entrada para dentro de mim

Tantas cores, cada uma mais bela

Tanto perfume e suavidade

Adentrando em minha janela

Um toque de delicadeza, de simplicidade

No rubro, rosa, branca ou amarela

Misturo-me às rosas, camuflo

Ali quietinha, adormeço

E que venha a chuva, o sol, as borboletas

As joaninhas e beija-flores, puro apreço

Disputando rosas e violetas

Já nem sei quem sou

Gente, bicho ou flor

Sei lá, não me importo

Serei feliz, seja como for…

Alda M S Santos