QUERO CHUVA

Quero chuva na minha primavera

Abraços e amor quando tudo for solidão

Uma vida por demais sincera

E alegria constante no coração

Quero chuva para disfarçar meu pranto

Fazer brotar meus jardins internos

Dos pássaros ouvir o canto

E amigos cada vez mais ternos

Quero chuva para irrigar a vida

Lavar e levar para longe

Tudo que não for bênção, mão amiga

Em ouro, prata ou bronze

Quero chuva, quero alma, quero paz

Quero um viver mais eficaz

De humanos mais amigos

E que não seja tão fugaz!

Quero chuva!

Alda M S Santos