A PRIMAVERA CHEGARÁ 


Podem deixar meus frutos cair

Minhas flores não vingarem

E as folhas voarem por aí 

Meus galhos podem estar quebrados 

E tudo parecer abandonado 

Mas a primavera chegará  …


Podem tirar tudo de mim

Deixar-me nua, frágil, exposta

Aos malefícios do desamor e do tempo 

À mercê de todo contratempo 

Mas a primavera chegará…
Minha raiz, minha base, minha essência

 Estas estarão intocadas, recolhidas 

Em intenso trabalho de regeneração

 E, no tempo certo, com força total retornarão 

A primavera chegará…
Assim é na natureza, nos seres humanos

Na seca, no deserto, nos corações mundanos

Assim também é no planeta, na Terra Deus é bom, é Pai, nunca erra

A primavera chegará…
Alda M S Santos