ROSAS, SIM, TODAS ELAS…

Mulheres…

Rosas, sim, todas elas

Não só pela delicadeza, suavidade e perfume

Tampouco apenas pelas cores, beleza e encanto

Mulheres…

Rosas, sim, todas elas

Pela força que brota mesmo em terreno árido

Pelos ventos e tempestades que suportam

Pelos espinhos que usam para se proteger

Mulheres…

Rosas, sim, todas elas

Pelos outonos em que perdem partes de si

Pelos invernos frios sem se abaterem

Pelas primaveras que recebem em total plenitude

Mulheres…

Rosas, sim, todas elas

Pelos “cravos” que ainda a “despedaçam”

Mas aprenderam a fazer mais que chorar “debaixo de uma sacada”

Por precisar a cada dia conquistar seu espaço, ir à luta

Por sobreviver, muitas vezes, irrigadas com as lágrimas

Que poderiam matá-las pouco a pouco

Mulheres…

Rosas, sim, todas elas

Por toda a força, beleza e grandeza

Pelas vidas que geram, pelo amor que doam

Nesse lindo jardim no qual, mesmo podadas,

Elas, como rosas, resistem cada vez mais belas

Sem perder a doçura

Mulheres, rosas, jardins…

Tudo parte da mais bela criação… Cultive sua rosa, cuide de sua mulher!

Alda M S Santos

#diainternacionaldamulher