Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Categoria

Mulher

Mulher

MULHER
Nem tão imprevisível ou indecifrável assim
Um pouco complexa e com uma dose extra de sensibilidade
Menina, moça, mulher sempre em fases
Que se intercalam, se interpoem, até assustam
Aos mais desavisados e insensíveis às suas agruras
Não perde sua essência deliciosamente feminina
Maliciosamente apaixonada pelo cuidado e carinho
Encantadoramente sedutora quando quer algo
Indefinível, às vezes, sorriso, enigmático
Presa ou predadora, ou ambas, dependendo da situação
E daí se de vez em quando ela chora, sorri
Não sabe se silencia ou grita?
É intensa, emocional, passional, sentimental
É um ser humano nem sempre compreendido
Por muitos não é valorizado devidamente
Mas quem uma delas conquista verdadeiramente
Que rega de cuidado, carinho, paixão, amor e proteção
Terá amor e dedicação infinitas
Por mais de uma vida, esteja convicto
Essa é a mulher, única, ímpar e incomparável
Estás preparado para conhecer e amar?
Alda M S Santos

Rosas, sim, todas elas…

ROSAS, SIM, TODAS ELAS…
Mulheres…
Rosas, sim, todas elas
Não só pela delicadeza, suavidade e perfume
Tampouco apenas pelas cores, beleza e encanto
Mulheres…
Rosas, sim, todas elas
Pela força que brota mesmo em terreno árido
Pelos ventos e tempestades que suportam
Pelos espinhos que usam para se proteger
Mulheres…
Rosas, sim, todas elas
Pelos outonos em que perdem partes de si
Pelos invernos frios sem se abaterem
Pelas primaveras que recebem em total plenitude
Mulheres…
Rosas, sim, todas elas
Pelos “cravos” que ainda a “despedaçam”
Mas aprenderam a fazer mais que chorar “debaixo de uma sacada”
Por precisar a cada dia conquistar seu espaço, ir à luta
Por sobreviver, muitas vezes, irrigadas com as lágrimas
Que poderiam matá-las pouco a pouco
Mulheres…
Rosas, sim, todas elas
Por toda a força, beleza e grandeza
Pelas vidas que geram, pelo amor que doam
Nesse lindo jardim no qual, mesmo podadas,
Elas, como rosas, resistem cada vez mais belas
Sem perder a doçura
Mulheres, rosas, jardins…
Tudo parte da mais bela criação…
Cultive sua rosa, cuide de sua mulher!
Alda M S Santos

Bela e natural

BELA E NATURAL
Mulher mãe, mulher filha
Mulher acompanhada, mulher sozinha
Mulher-menina, menina- mulher
Mulher amante, mulher amada
Mulher forte ou desamparada
Mulher delicadeza, mulher pureza
Mulher de alma nobre, pura grandeza
Mulher paixão, sedução, intensa emoção
Mulher especial, bela, sensual
Mulher inteligente, páreo duro, sem igual
Mulher colo, mulher aconchego
Mulher que chora pede arrego
Mulher que gosta de ser desejada, de apego
Mulher múltipla, ímpar, especial
Que quer alguém que a ame e aceite
Do seu jeito mais belo e natural
Alda M S Santos

Simplesmente, mulher

SIMPLESMENTE, MULHER

Nela a vida começa
Num momento de magia e ardor
Cresce, acontece
Nela a vida se faz amor
Delicadeza, paixão
Com ou sem pudor
Nela a vida grita, chama,
Silencia, docemente clama
O amor e a união sentencia, proclama
Nela a vida é beleza, pureza
O orvalho, o perfume da flor
Nela o amor se faz, desejo
Carinho, doçura, abraço e beijo
Nela o mesmo peito que é sensualidade
É alimento, é cuidado, é maternidade
É força e é coragem num mundo de vaidade
Nela tudo se faz mais intenso
Em controvérsias ou consenso
Pode o que quiser, lhe aprouver
Sozinha ou com quem quiser
É puro potencial, ventania, vendaval
Mas fica mais feliz, mais inteira
Num colo que a faz única, amada, especial
Simplesmente, mulher…
Alda M S Santos

Mulher!

MULHER!
Ser humano do sexo feminino
Bela, mas que pode ser fera
Encantadora, mas que assusta
Frágil, mas de força descomunal
Levanta ou derruba com um olhar
Capaz de ser colo enquanto pede colo
Emoções de tirar o fôlego ou devolver o ar.
Submissa? Só se quiser!
Parceira? Pra quem merecer!
Inteira, mas que se faz metade
Para ter o prazer de completar e completar-se,
Sendo a metade de outro alguém.
Simplesmente, Mulher!
Alda M S Santos

Mulher: PURA POESIA

MULHER: PURA POESIA
Para o poeta ela é magia, pura poesia
Para os pais, a filha, a eterna menina
Para o rapaz, a moça encantada, a doce namorada
Para o filho, a mãe, o colo, o porto seguro
Para o esposo, a amante, a guerreira, a companheira
Seja para quem for
A mulher representa o amor
A beleza, a delicadeza, a força que brota na dor
Para iluminar uma casa, um coração, uma vida
Para ser um abrigo, do perdido a guarida
Para ser nesse mundo tão duro
A doçura, um pouco de ternura
Na fragilidade e no medo, a bravura
Deus criou a Mulher, sua mais intensa criatura
Para salvar o mundo de tanta amargura
Alda M S Santos

Sou mulher, sou minha!

SOU MULHER, SOU MINHA!
Ora sou forte, ora sou frágil
Sou humana, feminina, carente ou autossuficiente
Não sou mais nem menos que você
Posso ser razão ou emoção,
Pés no chão ou cabeça nas nuvens
Sou mel, sou fel, rosa ou azul
Multicor!
Choro sorrindo, sorrio chorando
Transbordo amor!
Rosa ou espinho, ora ferida, ora ferindo
Se você me enxergar e bem cuidar
Se me aceitar como sou e a mim respeitar
Terá uma alma sempre leal para te amar
Posso te fazer chorar, mesmo sem querer
Mas posso ser a razão do seu sorriso
Aquela que desperta seu lado bom, te faz crescer
Posso ocupar qualquer espaço que eu queira
Profissional, social, pessoal, amoroso
Inclusive um lugarzinho especial dentro de você
Não sou sua costela, tampouco um corpo apenas
Mas posso ser seu coração
Assim como você também pode ser o meu
Não para tomarmos posse um do outro
Mas por querermos e escolhermos estar juntos
Por saber que só somos plenos
Quando encontramos no outro
Aquilo que atiça o melhor de nós…
Sou mulher, sou feminina e, como todas elas,
Posso ser sua, nua e crua, mistério
Mas antes de tudo sou minha!
Alda M S Santos

Vamos lavar a alma

VAMOS LAVAR A ALMA!
Pode ser meiga, tímida, frágil e amorosa,
Ativa, quente, carinhosa, sensual e cheirosa…
Pode ser lágrimas, sorriso, colo, ombro, abraços e beijos,
Expediente, turnos, horários, prazos e metas…
Pode ser amiga, irmã, filha, neta,
Mãe, profissional, avó, esposa/amante, família…
E tudo ao mesmo tempo, desde que queira,
Pois é MULHER…
Esse frágil ser que, paradoxalmente,
Quando menos espera, vê brotar de si uma força descomunal,
Uma força que vem de Deus.
Parabéns a todas as mulheres!
E aos homens que sabem valorizá-las!
Alda M S Santos
Mais no meu blog vidaintensavida.com

Heroínas

HEROÍNAS

Em tempos de mundo do avesso

Muitos podem ser os pequenos grandes feitos

E são heroínas todas aquelas que conservam seu lado “direito”

Que, a despeito de todo avesso e adversidade,

Ventos contrários, covardias de todo tipo

Abandono, tsunamis, raios e trovões

Mantêm-se de pé, firmes tal qual árvore frondosa

E sustentam sua prole, sua família, sua vida

Financeira, moral e amorosamente

Sem jogar a toalha, sem lamúrias

E sem perder a própria essência

Somos nossas próprias heroínas!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: