HEROÍNAS

Em tempos de mundo do avesso

Muitos podem ser os pequenos grandes feitos

E são heroínas todas aquelas que conservam seu lado “direito”

Que, a despeito de todo avesso e adversidade,

Ventos contrários, covardias de todo tipo

Abandono, tsunamis, raios e trovões

Mantêm-se de pé, firmes tal qual árvore frondosa

E sustentam sua prole, sua família, sua vida

Financeira, moral e amorosamente

Sem jogar a toalha, sem lamúrias

E sem perder a própria essência

Somos nossas próprias heroínas!

Alda M S Santos