UM ANJO
Ele me disse num sonho que seria o último dia
Quis saber último dia para quê
Não me disse, apenas reafirmou
Hoje é o último dia…
Intrigada, logo pensei: ou o mundo terá fim
Ou meu mundo irá se acabar
Que poderei fazer para melhor aproveitar
Para desse mundo louco e lindo me despedir
Quanto mais pensava, mais coisas desejava
Ficar agarradinha na família, entre os meus
Dar um passeio com amigos e amigas
Dirigir por aí, sem rumo, vento no rosto
Embrenhar numa mata com uma linda cachoeira e não voltar
Navegar em alto-mar até sumir de vista
Realizar aquele sonho louco que tanto quis
Infringir alguma lei, quebrar barreiras
Dizer os “te amo” que foram poupados por medo
Ficar entre as rosas perfumadas do jardim
Sorrir mais vezes, brincar mais, chorar menos
Num cantinho só meu, me despedir de mim…
Eram tantas coisas a fazer
Tanto que havia ainda por viver
Quando assustei o dia já chegava ao fim
E agora? Que irá acontecer?
O dia se foi, a noite veio, novo dia chegou …
E eu sempre pensando que aquele poderia ser o último
Fui aproveitando melhor o que de bom eu tinha
Lindo e amigo anjo que veio me avisar
Que a vida pode num sopro se acabar…

Alda M S Santos