MUITOS CAMINHOS

São muitos os caminhos, os sonhos
Ora são lindos, prazerosos, ora medonhos
Cabe a nós fazer a melhor escolha
Nos mover, sair feliz dessa bolha

Num eterno ir e vir, cair, seguir
Desejamos ser amor, nunca desistir
Nos alegramos, decepcionamos
Erramos, assumimos falhas, perdoamos

De encontros se faz o viver
Amizades,  amores, relações de prazer
Somos da vida a civilização
E tantas vezes  disso abrimos mão

Mas a cada dificuldade, um aprendizado
A cada tombo, um levantar mais animado
A vida é de quem não fica parado
E busca seu sonho, mesmo amedrontado

Alda M S Santos