RELAÇÕES LIGHT, DIET OU ZERO?
Qual seu amor ou amigo mais antigo?
Num tempo de relações fugazes nos apegamos a quem?
Quem ainda tem um amigo de infância, da adolescência?
Quem ainda está com o amor da juventude?
Talvez mais recentes: quem convive com amigos da faculdade,
Os padrinhos de casamento, os compadres?
Até o convívio prazeroso com primos e irmãos muita gente não tem.
Quase sempre temos colegas ou conhecidos
Aqueles amigos confidentes ficaram nos meio-fios do passado
Os passeios de bicicleta viraram gifs nos smartphones
Os amores quentes, de beijos ardentes e amassos furtivos,
Ficaram nos alpendres das casas ou nos bancos da praça da igreja
E não vale culpar apenas o tempo, ou a falta dele.
A questão é que as relações são mesmo difíceis.
Nada é tão perfeito! São relações humanas!
Humanos são imperfeitos! E relacionar-se envolve dedicação, empenho.
Cada relação é construída dia-a-dia nas diferenças
Abraçando as semelhanças, aparando algumas arestas
Aceitando alguns pés ou olhares tortos,
Um sorriso murcho, uma gargalhada escandalosa
Um compromisso ou uma memória mais ou menos
O que não pode é carinho, afeto ou amor mais ou menos
São eles que dão a liga a toda relação feita para durar.
Relação exige alimento, coisas que deem substância
Num mundo onde tudo é light, diet ou zero
Uma relação de abraço forte, sorriso doce
E amor integral é quase uma ofensa!
Prefiro uma refeição completa, demorada, nada de fast food!
Antes viver “obesa” de amor e feliz!
Que ter que me contentar com amor “light” e amizades “zero”
FORA DIETAS!
Alda M S Santos