UM ANJO DE MIL ASAS

Um anjo de mil asas

Uma querida amiga assim me define

A voar, o bem espalhar

Será que isso me redime?

Tantas vezes as asas pesam

Se é que elas existem

Não seriam apenas bondade

De uma amiga sem maldade?

Anjo ou não, sigo meu caminho

Voando, correndo, caminhando

Tentando não me perder de mim

Sempre o amor propagando

Quisera mesmo ser um anjo

Daqueles com poderes de arcanjo

Apenas um par de asas bastaria

Para levar a todos que amo

Um mundo com menos desengano…

Alda M S Santos