VENTOS E VENTANIAS

Ventos e ventanias que vêm e que vão

Vendavais que nos tiram do chão

Tempestades que abalam estruturas

Mas põem em teste a força de muitas criaturas

Alguns apenas trazem um leve frescor

Outros mexem com nosso interior

Batem portas e quebram janelas

Que deixamos abertos ou com fracas tramelas

Há ainda aqueles tipo furacão

Que aparentam trazer somente destruição

Na verdade levam embora o que era apenas perdição

O que ficar vale a pena a reconstrução

Tudo bem pesado e medido

Depois de passado o perigo

É avaliar o que restou

E aproveitar o que de bom ficou…

Ventos, ventanias, tempestades, furacões

Fazem parte de toda vida que não almeja a perfeição

Mas, madura, sabe que é assim

Que se escala degraus na evolução…

Alda M S Santos