SONHO QUE SONHEI

Um sonho dos mais antigos: ser bailarina!

Desde pequerrucha sonhava com tudo que envolvia a dança

Particularmente o balé.

As músicas, o figurino, a leveza das bailarinas

Sempre foram um mundo mágico e encantado para mim.

Sonho não realizado, mas a fantasia permanece…

Vez ou outra ainda faço de conta que sou bailarina

Acho que teria tentado “realizar” esse sonho numa filha,

Se tivesse tido uma, ao invés de filhos.

Mas o gosto pela dança é constante, pulsante.

Desde então, muitos outros sonhos vieram,

Aqueles que dependem de nós, dos outros, das circunstâncias

Uns realizados, alguns em partes, outros não.

Mas a fantasia não pode morrer

Ela que dá sentido ao viver.

Uma vida repleta de sonhos pelos quais lutar

É sempre uma vida rica!

Alda M S Santos