POETA

Poeta, aquilo que sai da sua cabeça
É algo que talvez nunca se esqueça
Aquilo que sai da sua cachola
E um pouco até extrapola
Vira versos, poemas, te ajuda a sair de sola

Poeta, aquilo que sai da sua alma
Que vem do coração até a palma da sua mão
Transborda sentimentos, escreve, extravasa
Vira versos, poemas, são levados pelo vento
Lavam a alma, atingem outro coração…

Poeta, o que passa por sua cabeça
Vira sonho, faz um atalho pelo coração
Deixa você mais leve, doce, sublime
Te lava por dentro, te redime
Isso se chama amor, revestido de inspiração
E te faz ser mais emoção…

Poeta, que se passa em seu coração?

Alda M S Santos