À FLOR DA PELE

Sensibilidade que fragiliza
Que arrepia a pele, aromatiza
Que desperta medos escondidos
Que faz brotar sonhos já banidos

Sensibilidade que pede mais amorosidade
Que luta pela vida com vontade
No silêncio pidão dos olhos a divagar
Na suavidade de um sorriso a encantar

Sensibilidade à flor da pele
Delicada feito rosa recém desabrochada
Forte pela tempestade já enfrentada

Sensibilidade à flor da pele
Basta um só olhar, um pingo de atenção
Para o mundo desaguar e aquecer o coração

Alda M S Santos