SER NAMORADOS
Ser namorados é encontrar felicidade no sorriso do outro
É chorar e sofrer perante a dor do outro
É encontrar calor num corpo que não é seu
É deixar o coração bater noutro peito e não morrer
É buscar alegria e satisfação fora de si mesmo
Ser namorados é descobrir que o mundo gira melhor
Quando se faz translação emocionalmente, e não só rotação todo o tempo
É curtir cada estação advinda daí
E sentir prazer na tontura que provoca
Ser namorados é entregar para o outro sua tetra-chave
E confiar que ele saberá usá-la para te salvar
Te “levar”, sem te roubar
Te ter, sem te prender
Te permitir ser o que é, e ainda assim te amar
Ser namorados é sentir-se, paradoxalmente, forte quando se é fraco
É encher-se na mesma medida em que se esvazia, se doa e confia
É abrir mão do que te faz bem, mas que talvez possa fazer mal ao outro
Ser namorados é fazer amor, é ser amor, é doar amor
É fazer da vida um grande,  eterno e emocionante primeiro encontro…
Alda M S Santos