ESPINHOS

Eles sempre vão existir

Fazem parte da vida, da natureza

Com os espinhos vamos aprendendo

A curtir o que há de encanto, de beleza

Não adianta deles fugir

Sempre estarão por aqui

Estamos de passagem por essa nau

E devemos descobrir o bom em cada mau

Bom é enxergar a luz em cada ponto de escuridão

A pétala macia em cada espinho que machuca a mão

O amor que se esconde em cada coração

Somos privilegiados, abençoados

Tudo isso nos foi doado, presenteado

Não há mal que não possa ser remediado

Alda M S Santos