FADA CORAÇÃO

A Fada Luz queria tanto saber

Um modo de ser e fazer feliz

Resolveu rodar o mundo inteiro

Até descobrir o segredo

Num jardim, entre rosas,

Em meio a tanta luz e calor

Deu de cara com a Fadinha Sol

Que afirmou que para ser feliz

Era preciso saber a todos aquecer, fazer crescer…

Numa noite de lua e estrelas

Encantou-se com a Fadinha Estrela,

Sentada na Lua Cheia

E, brilhante, não tinha dúvidas:

A felicidade estava em iluminar caminhos…

Seguiu uma trilha até o horizonte

E foi dar no mar, numa praia distante

Ali estava satisfeita sob um coqueiro a Fadinha Água

Convicta, afirmou: ser feliz é matar a sede de viver

Fadinha Luz pensativa ficou, acreditava em todas elas

Era preciso aquecer, iluminar, matar a sede de vida

Mas sabia que algo ainda não estava completo

Sentia que ser feliz era mais que isso

E no meio de tanta criança feliz

Brincando, cantando, sorrindo e dançando

Encontrou, de olhos brilhantes, a Fada Coração

E ali descobriu que a felicidade

Estava em saber se doar, amar, ser irmão…

E Fada Luz aprendeu a lição:

Ser feliz é saber amar, é ser carinho

É ser pureza, é ser criança

É ser da vida o coração!

Alda M S Santos