OCEANO

Ora calmo, ora tempestuoso

Leves ondas, ressaca brava, tormenta

Nossas vidas como oceano perigoso

Tem céu claro e também nebuloso

Ora teremos que fundo mergulhar

Ora precisaremos saltar

Noutras vezes o jeito é resistir, esperar

Só não podemos desistir, desanimar

Há piratas saqueadores a enfrentar

Mas também navios valentes a nos salvar

Muitas vezes na superfície boiar para não cansar

Ou apenas esperar e confiar

A calmaria passa, a tempestade também

O segredo está em aproveitar o que de bom cada uma tem

Porque sempre têm algo a nos dizer

É só chega do outro lado quem soube com o viver, aprender…

Alda M S Santos