POESIA

“Não gosto de poesia”, já ouvi pessoas afirmarem.

Como podem, me pergunto?

Não apreciar poemas posso até entender. Envolve compreensão linguística, interpretação textual, gosto literário.

Mas não gostar de poesia?

A poesia está ao nosso redor, na criação divina. Está na beleza e perfume das flores, no barulho do mar, na força de uma cachoeira, na natureza como um todo, nos animais, na vida.

Existem pessoas que são poesia! Exalam versos no sorriso, no andar, no jeito de ser, ainda que em silêncio!

Há poesia na confiança e espontaneidade de uma criança.

Há poesia no sorriso cansado, resignado, feliz de um idoso.

Há poesia num coração apaixonado, numa alma entregue.

Há poesia numa mãe que amamenta.

Há poesia num trabalho bem feito.

Há poesia numa alma caridosa e compadecida.

Há poesia em toda criatura que se dispõe a honrar seu Criador distribuindo amor por onde passa!

Para apreciar, ver, sentir ou ser poesia basta haver sensibilidade.

E isso, qualquer um pode ter.

Alda M S Santos