SERES MÚLTIPLOS 

Uma mesma pessoa pode se tornar inúmeras, dependendo das necessidades e do olhar das outras com as quais interage. Podemos representar ao mesmo tempo tudo ou nada, amor ou rancor, alegria ou frustração, prazer ou insatisfação. Podemos atraí-las inspirando paz, felicidade, disposição, aconchego, carinho, ou podemos afastá-las, representando perigo, angústia, inveja, tristeza, desamor. Por isso, mesmo que difícil, não deveríamos nos surpreender ou entristecer com pessoas que se aproximam tanto e com outras que se afastam repentinamente. A conclusão é que somos para os outros aquilo que cada olhar, cada ser necessita em nós. Isso depende pouco de nós, mas depende muito da alma carente e das necessidades de cada um. A recíproca também é verdadeira. Precisamos nos concentrar no amor, na bondade, na autenticidade, na alteridade e na luz que temos, e prosseguir sempre em frente e com Deus no coração. Cercar-nos de pessoas iluminadas. Assim, nossa luz brilhará sempre. Alguns serão atraídos por ela, outros precisarão de tempo para se acostumar, já outros, simplesmente não poderão com ela. ♥♥Alda M S Santos