ÁGUAS DE MARÇO

Elas chegam lavando tudo, as águas de março
Fortes ou não, desfazem nós, apertam laços
Apagam e levam para longe os medos
Acalentam conosco nossos segredos

Lá fora tudo é beleza, nostalgia
Convite à reflexão, um toque de magia
Buscamos na natureza molhada uma sintonia
Que nos faça mais amorosos, em harmonia

Chuva é presente que cai do céu
Dias cinzentos, cobertos por um véu
Lindo, insinuante, tiro meu chapéu

Logo vem o outono, introspecção
As águas fecham o verão, vem a seca, então
É tempo de curtir o melhor de cada estação

Alda M S Santos