QUEM SOMOS?

Algumas vezes não sei quem eu sou
Menina sapeca, moça sonhadora,
Mulher vencedora…quem?
Carrego todas elas em mim
Filha, esposa, mãe, profissional, amiga
Uma mulher…
Não sei bem quem eu sou
Serei um misto de todas elas
Que despontam quando solicitadas?
Se todas essas funções forem retiradas
Que resta daquilo que eu sou?
Uma alma feminina, que sonha, brinca, fantasia
Numa vida em busca de amor e harmonia?
Quanto de nós está atrelado ao outro
Que faz o encanto da vida, que se extasia?
Há algo em nós além dessas funcionalidades
Que preenche, completa, retira ou esvazia
Gerando a circularidade da vida, a magia
Sou eu mesma, tudo isso junto, uma mistura de funções
Ou inexisto… sem gostos, desejos, prazeres, prioridades
Se de mim se tirarem a funcionalidade?
Quem eu sou? Quem você é?

Alda M S Santos