PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER
Pare esse mundo que eu quero descer!
Não quero tristezas, dor ou amargura
Não quero me sentir perdida na noite escura
Quero ter companhia, fazer companhia
Não quero sentir que tudo perdeu a magia
Quero ver de novo coisas lindas!
Quero a energia das crianças
As histórias das vovós
O abraço caloroso dos amigos
A compaixão e a bondade dos seres humanos
A paixão dos amantes
Quero sentir a alegria brotar de novo em mim
Quero levar o meu sorriso a quem dele precisar
Quero receber abraços de apertar
Não quero a ninguém magoar ou sufocar
Quero só poetizar e uma vida calma levar
Será pedir muito?
Pare esse mundo que eu quero descer…
Alda M S Santos