NÃO, NÃO É POR MIM!

Não é por mim que o Sol brilha ou aquece
Tampouco que a chuva cai e ensombrece
Não é por mim que a Lua ilumina a escuridão
Ou que tem fases a entontecer o coração

Não, não é por mim!

Não é por mim tão linda queda de cachoeira
Tampouco seu caminho lindo até o mar
Não é por mim que há sonhos a noite inteira
Nessa vida que a tantos quer encantar

Não, não é por mim!

Não é por mim que desabrocha a rosa
Tampouco que se cuida do jardim
Não é por mim que na vida é toda prosa
Mas estou aqui, faço meu próprio jardim

Não, não é por mim!

Não é por mim que vibram os sentimentos
Tampouco as loucuras de uma vida fugaz
Mas há que ser por e em mim, contentamentos
Para enfrentar todo e qualquer medo, ter paz

Não, não é por mim!

Alda M S Santos