ARRAIÁ DE SANTO ANTÔNIO

Tá quase na hora da festança começar
Tem moça bonita, enfeitada, perfumada
E moço garboso procurando um par
Logo vão tomar quentão para esquentar

A fogueira queima, começa a trepidar
A quadrilha não irá muito tardar
As barracas de canjica para alimentar
Um povão que veio Santo Antônio saudar

Começa o arrasta-pé, vem nesse balancê
Há um par perfeito só para seu prazer
Santo Antônio está de olho, não adianta se esconder
Daqui você só sai quando o amor pegar você

Alda M S Santos