NATUREZA EM MIM

Quando entro numa mata densa
Numa trilha cercada de grandes árvores
Sempre me torno propensa
A ali seguir caminhando
Cada vez mais para dentro mergulhando
O barulho me encanta, o silêncio me satisfaz
Dessa natureza faço parte
Sinto-me forte, de tudo sou capaz
Quando entro numa mata densa
Encontro com a simplicidade
A magia que encanta, sem vaidade
Sinto Deus que mora em meu interior
Que me permite ser mais eu, de verdade
Encontro com as muitas de mim
Que nem sempre têm tanto espaço assim
Inspiro fundo, expiro devagar
E sigo com esperança meu caminhar…

Alda M S Santos