O TEMPO NÃO CONTA

Neles, os poetas, a brisa toca mais suavemente

As flores têm mais perfume, mais cor, mais espinhos

A chuva cai mais torrencial, assustadora

E o sol aquece mais rapidamente

Neles, os poetas, o abraço enlaça melhor

O olhar enxerga mais detalhes

Os beijos são pura emoção

E as conversas são longas e com melhor teor

Neles, os poetas, o amor se faz mais intenso, mais terno

O coração bate em uníssono, em harmonia

As ondas arrebentam suaves a seus pés

Numa explosão de pura alegria

Neles, os poetas, o tempo não se conta, se canta

O caminho se faz noutro ritmo, como um rio

O amor é a liga de tudo que há

E a vida sempre os encanta

Neles, os poetas, a vida é pura poesia

Nada há que não possa ser sentido

Eles são os escritores que fazem dela versos, poemas

E a abrem a todos por pura cortesia…

Alda M S Santos