DOÇURA A VÁRIAS MÃOS

Um alguém que se encontra além-mar

Com saudades de um alguém do lado de cá

Num desconhecido brasileiro passeando por lá

Encontra a oportunidade de uma lembrança para cá enviar

Da França para o Brasil

De Rennes para Beagá

Um carinho em vidros de geleia

Atravessa o oceano para alguém alegrar

Passando por minhas mãos

Chega às mãos do irmão no hospital a se curar

E aquele sorriso largo de satisfação a lembrar

Da irmã que está há tanto tempo tão longe, noutro lugar

Uma conversa, lembranças, atenção

E um coração hospitalizado mais alegre ficou…

Quantas mãos são necessárias

Para tornar um pouco mais doce e feliz um coração?

Feliz por fazer parte, ser uma das mãos…

Que Senhor Tadeu encontre logo a recuperação

E possa logo num voo passear

Para comer geleia e sorrir com a irmã Theda Mara além-mar…

Alda M S Santos