MAMÃE

Não sei o que seria da minha vida sem ter a senhora por aqui

Sempre aí, mesmo demorando a atender essa campainha

Meio rabugentinha, lindinha, amorosa do seu jeito

Minha pequetita, cada vez menor, mais baixotinha

Que tudo é capaz pelos filhos, referência do nosso existir

Base e lembrança de tudo que somos

Muitos choram hoje a ausência de sua mãe

Por ela estar longe ou já noutro plano

Deus permita que possa estar aqui conosco para sempre

E, muito, muito obrigada por existir e ter escolhido ser minha mãe!

E peço a ele que me permita retribuir tão grande amor!

Te amo muito, muito, minha Bulita!

Alda