QUANTO VALE UM SORRISO?

Um chapéu, uma maquiagem caipira, bandeirinhas, uma quadrilha

Canjica, caldos, paçoca, pipoca alimentando o corpo

Acertando o bocão, derrubando pinos de boliche

No anzol, pescando mais que alguns peixinhos

Satisfação de transpor limites do corpo

Pipocando o prazer de ser valorizado, de fazer parte

Como crianças, comemorando cada vitória, cada prenda

Resgatando (des)afinadamente a poesia das canções antigas

Pingo a pingo a serotonina invade cada corpo que mexe e remexe

Desafiando as limitações físicas e mentais

Não há cadeiras de roda, bengalas ou andadores que façam frente a essa força

O prazer de viver irriga a alma, reflete no olhar

Sorrisos valiosos regados a música, dança, amor e alegria

Quanto vale um sorriso desses?

Alda M S Santos

#carinhologos