RESERVAS EM MIM

Reservo amor…

Para quando a dor calar minha voz

Reservo carinho…

Para alegrar e diminuir sofrimentos: meus e dos outros

Reservo amizade…

Para oferecê-la quando eu mais dela precisar

Reservo fé…

Para quando tudo parecer andar para trás

Reservo sorrisos…

Para outros despertar, para lágrimas secar

Reservo solidariedade…

Para quando não acreditar na bondade da humanidade

Reservo esperança…

Para quando precisar bordar as linhas tortas entre um caminho e outro

Reservo energia…

Como uma árvore frondosa cheia de seiva e vida nos períodos secos

Faço reservas…

Para serem úteis num tempo de carestia

E percebo que quanto mais utilizo:

Amor, carinho, amizade, fé, sorriso, solidariedade, esperança

Mais eles aumentam em mim

Utilizando, multiplico, acumulo

Multiplicando, a reserva acontece naturalmente …

Alda M S Santos