PALAVRAS

Palavras têm poder, quer sejam as proferidas, quer sejam as ouvidas. 

Elas podem nos impulsionar ou nos retrair. 

Ser belas e singelas como o toque de um beija-flor ou assustadoras como um trovão. 

Despertar sorrisos ou lágrimas. 

Já que não temos controle sobre todas elas, concentremos nas que podemos controlar: as que proferimos. 

Proferindo apenas palavras positivas, belas e benéficas para nós e para nosso próximo, com o tempo conseguiremos ignorar por completo as negativas que ouvirmos.

Alda M S Santos