Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

palavras

Palavras

PALAVRAS

Se quiser ferir alguém, use palavras
Cortam como lâmina, queimam como brasa
Ficam como agulhas na pele enterradas
A cada mexida a dor aguda é atiçada

Há quem as use até sem perceber
Não tem sensibilidade para entender
Diz que é apenas seu modo de ser
Que não machuca o outro por querer

Mas há outros meios de se eternizar
Um jeito perfeito para se fazer lembrar
Basta palavras doces e de amor usar

Usá-las bem é um dom bonito de se ter
Melhor compor versos, fazer enternecer
Sendo para o outro puro e intenso prazer

Alda M S Santos

O poder que se tem

O PODER QUE SE TEM

Palavras são fortes, marcam, ferem

Entristecem, atraem, seduzem, encantam

Imagens são arrebatadoras, impressionantes

Atingem num olhar a emoção, o coração

Numa palavra dita podemos acalentar alguém

Ou ferir de morte a alma de outrem

Mulheres são mais intuitivas e auditivas

Sao mais impressionáveis com o que “ouvem”

Homens já são mais razão, são visuais

O que captam pelos olhos os atinge mais fortemente

Todo cuidado é pouco com o que se diz

Mais ainda com a imagem que se mostra e não condiz

Palavras e imagens juntas podem ser amor, paixão

Luz, sedução ou compaixão

Mas também podem ser discórdia, guerra, desunião

Alda M S Santos

Em prosa e verso

EM PROSA E VERSO

“São apenas palavras e palavras são tudo que eu tenho

Pra levar seu coração embora”- diz lindamente Bee Gees em Words

Palavras são a expressão dos poetas, apenas palavras

Com elas tentam traduzir a vida, belezas diversas

Ou coisas não tão belas assim, que captam por aí…

Natureza de todo tipo, sentimentos, sofrimentos, emoções

Esperanças, expectativas, dor, decepções, prazer, êxtase

Relatam ora a própria vida, ora a dos outros

Ora apenas uma fantasia, em prosa ou versos

Potencializados por suas próprias emoções…

São apenas palavras, são tudo que possuem

Além da sensibilidade aflorada

Que ao encontrar leitores sensíveis

Almas afins, capazes de ler a poesia contida num poema

Aquela que vai além das palavras, que está nas entrelinhas, no desafiador jogo de palavras,

Em prosa e verso,

São capazes de encantar, eternizar e transformar vidas…

Alda M S Santos

Indiferença

INDIFERENÇA
As palavras são desnecessárias 
Quando há amor,

Mas são as primeiras a desaparecer 

Quando ele se vai…

Indiferença, amor em estágio terminal.

Alda M S Santos

Palavras

PALAVRAS
Apesar de apaixonada pelas palavras, pela comunicação verbal,
Aprendi a observar e absorver dos outros
Aquilo que eles dizem sem o auxílio do verbo.
Olhares, expressões e atitudes falam muito.
Esses dizeres são menos controláveis e mais verdadeiros.
Prefiro-os!
Alda M S Santos

Imagem Google

Eternidades

ETERNIDADES
“Até que a morte nos separe”, “Love you forever”,
“Você vai estar para sempre dentro do meu coração”,
“E cada verso meu será, pra te dizer que eu sempre vou te amar, por toda a minha vida.”
“Te amarei de janeiro a janeiro até o mundo acabar”…
São tantas as promessas de eternidade! Tantas!
Basta ligar o rádio e ouvir algumas canções.
Ou ouvir algumas histórias por aí…
Mas elas se esvaem na fumaça do fogo, ou do gelo, que as consome.
Mudemos a sintonia do rádio para um canal de notícias,
E perceberemos como terminam muitos amores eternos.
Ou nas próprias canções:
“Você jogou fora o amor que eu te dei, os sonhos que sonhei,”
“Saiu sem dar razão, ficou na solidão, alguém que só te deu valor,”
“Não aprendi dizer adeus, mas tenho que aceitar que amores vêm e vão”…
Valem para qualquer tipo de amor ou amizade.
Amizades e amores verdadeiros não precisam de juras, promessas,
Palavras são lindas, mas são apenas palavras!
Atitudes é que são eternas e conquistam o amor dia-a-dia.
Alda M S Santos

A arte da comunicação

A ARTE DA COMUNICAÇÃO

Todo ser vivente possui habilidades de comunicação.

Ser capaz de entender, de fazer-se entender.

Variáveis, porém, são os níveis dessa habilidade.

Palavras ditas ou escritas transmitem muito, mas pode haver uma interpretação cruzada.

Expressão corporal é fiel, mas de difícil análise, se não houver certa intimidade.

Olhares falam muito, praticamente tudo, mas numa linguagem que não é qualquer um que sabe ler.

Sorrisos espontâneos dizem tudo, mas há muitos forçados por aí.

Lágrimas passam imagens de dor extrema, nem sempre reais. 

Um toque é um complemento importante de comunicação, ameniza a “força” das palavras ou as complementa. 

Um abraço ou um beijo dispensam quaisquer outros recursos.

No silêncio e intensidade de um abraço ou de um beijo somos capazes de dizer tudo que queremos.

Quanto mais demorados e mais silenciosos, maior a comunicação.

Não são sempre utilizados, pois desnudam o transmissor e receptor.

Não é admissível dizer que não se conhecem, duas pessoas que trocaram entre si um abraço ou um beijo sinceros.

A arte de se comunicar é desenvolvida: palavras, expressões corporais, olhares, sorrisos, lágrimas, toques, beijos e abraços…

Lamentável que muitos tentem disfarçá-las.

Isso torna o mundo mais confuso e triste. 

Alda M S Santos

Palavras

PALAVRAS

Palavras têm poder, quer sejam as proferidas, quer sejam as ouvidas. 

Elas podem nos impulsionar ou nos retrair. 

Ser belas e singelas como o toque de um beija-flor ou assustadoras como um trovão. 

Despertar sorrisos ou lágrimas. 

Já que não temos controle sobre todas elas, concentremos nas que podemos controlar: as que proferimos. 

Proferindo apenas palavras positivas, belas e benéficas para nós e para nosso próximo, com o tempo conseguiremos ignorar por completo as negativas que ouvirmos.

Alda M S Santos 

O poder do verbo

O PODER DO VERBO

Nunca podemos desfazer do poder do verbo. Nunca! 

Aquilo que trazemos dentro de nós em forma de sentimento, positivos ou negativos, são expressos de diversas maneiras: sorrisos, carinhos, silêncios, palavras…

As palavras, quando bem ditas, têm o poder de acalentar, de animar, de acalmar, de apaziguar, de alegrar um coração. Podem levar consigo o calor de um abraço, a sinceridade de um sentimento ou a dor de uma saudade.

Por outro lado, quando impensadas, podem causar mágoas, dores, danos, remorso, lágrimas, retrocesso…

Toda positividade ou negatividade que deixamos emanar dos pensamentos, palavras ou ações transformam tudo a nossa volta e, como bumerangue, retornam em forma de felicidade e satisfação ou tristeza e desânimo. 

Beijo atrai beijo, abraço atrai abraço, palavras ruins atraem palavras ruins… Não há muita gente por aí disposta a dar a outra face! 

Cuidemos de nossos sentimentos, pois não convém a ninguém prendê-los, tampouco queremos que voltem para nós de forma negativa! 

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: