EU TE DIRIA

Olho para você e sinto saudade
Não é que aqui não seja um bom lugar
Apenas sua inocência e expectativa de felicidade
Me fazem nostálgica e levam-me a divagar

Olho para você e sinto arrependimentos
Pela coragem que não tive em alguns momentos
Ou pelos atropelos decorrentes do excesso de ousadia
Que nem sempre me trouxeram sabedoria

Olho para você e sinto orgulho
Apesar de tantas quedas e espinhos
Não nos perdemos uma da outra nos pedregulhos
Você e eu sempre traçamos juntas nossos caminhos

Olho para você e sinto alegria
Mas se pudesse, uma coisa eu te diria
Desculpe por algumas vezes ter te deixado para trás
Se tivesse deixado você agir mais
Tudo estaria mais em paz…

Olho para você, a criança que fui um dia
E sei que poderia muitas coisas te dizer
Mas é desnecessário, você me entende, há sintonia
Estivemos juntas ao nascer, no viver
E assim estaremos até morrer…

Alda M S Santos