ATÉ A VOLTA

Penso que quando Deus nos idealizou
Não foi só com a costela de Adão
Que a Eva Ele formou
Em cada um de nós plantou
Um pedacinho das nuvens do céu
O perfume das flores do jardim, doce mel
Uma onda bonita que retirou do mar
O barulho da cachoeira caindo sob o belo luar
O brilho de uma estrela que a noite vem clarear
Também colocou em nós um pouco do calor do sol
O frio de uma noite ao relento
E a brasa de um coração de amor sedento
Por isso somos tão inconstantes e “incompletos”
Queremos nos preencher até o teto
Buscamos a conexão que temos com a natureza
O carinho, o amor, a sintonia, a beleza
Ele foi bem sábio!
Quis manter-nos uns aos outros conectados
Numa teia de amigos, amantes, eternos “enamorados”
Até podermos voltar para Seu lado!

Alda M S Santos