MUNDO ENCANTADO

À beira-mar ela segue seu caminhar

Cabelos ao vento, onda que é música no pensamento

Nada há melhor ali que na areia andar descalça

Sol que aquece, que é luz, que abraça

Segue chutando as águas, maré baixa, praia vazia

Parece outro mundo, foi transportada, pura magia

Quer seguir caminhando, nunca parar

Será onde depois da curva vai dar?

O desejo é de apenas seguir em frente

Afastar qualquer angústia ou medo da mente

Ir até um mundo encantado, magicamente habitado

Fadas, bruxas, duendes, sereias, anjos, enfim

Que digam “tá tudo bem, venha para junto de mim”

E ali eu me sentiria voltando para casa

Finalmente, sentaria e descansaria as asas…

Quer ir comigo?

Alda M S Santos