NOSSA PEQUENEZ

Diante da grandiosidade da natureza

E hipnotizados frente a tanta beleza

Não há como não sentir

Como somos tão pequenos por aqui

Somos nada mais que um grão de areia

Apenas um fio nessa grande teia

Força natural que impressiona

Que nos leva para frente, nos impulsiona

Mesmo sendo tão pequenos

Podemos por aqui atuar, amar

Escolher entre destruir, cuidar, preservar

Somos a porção de vida racional

A brincar como em nosso quintal

Respondemos por essa parte do espaço natural

Alda M S Santos