SOU AMANTE

É frio, é calor

É cachoeira, é cobertor

É a vida em fúria, em extremos

Em busca de mais amor

É frio lá fora

É aquecimento aqui dentro

Porque ela é atrevida

E a vida só vale se faz sentir, se faz sentida

É frio, é calor

Tanto faz, proibido é proibir

É preciso trair o tempo

Com a alegria de existir

Que alonga todo momento…

É frio, é calor

É lareira, é fervor

Em inverno gelado ou verão escaldante

É preciso viver com ardor

Nessa vida da qual sou amante…

Alda M S Santos