ESTUPRO?

Quer conhecer bem uma pessoa?

Observe o que ela diz em casos midiáticos

Caso Neymar, por exemplo

Não importa se se sabe a veracidade do estupro

Basta ouvir não só quem essa pessoa defende

Mas o que defende e como defende

Quais valores ela preza

Quais “verdades” usadas ao acusar ele ou ela

De quais argumentos se vale para defender este ou aquela

Apenas ouvindo dá pra avaliar radicalismos

Machismos, feminismos, sexismos, oportunismos

“Boa” índole escorada em raízes preconceituosas

Conhece-se o que tem valor ou é prioridade para o outro

Percebe-se o peso do dinheiro, da fama

Nota-se o (des)respeito pelas pessoas

Vê-se a quantidade diferente de pesos e medidas

Usados para defender ou acusar

Independente do sexo ou idade de cada um

Tendo ou não havido estupro

Sinto-me violentada por tudo isso

Podemos nunca vir a conhecer a veracidade nesse caso Neymar

Mas conheceremos muito da alma de pessoas ao nosso redor

Que irão nos surpreender

O modo como nos portamos frente às situações alheias

Mostra muito de nós mesmos…

Fiquemos atentos!

Alda M S Santos