INOCENTES E CULPADOS

Quanto mais observo a situação política e social de nosso país

Mais me sinto incapaz de tomar partido, literalmente ou não

Quem defende Lula o faz com um afinco e paixão inimagináveis

Quem o acusa o faz com ódio e revolta sem medidas

Alguns poucos abertos a ouvir, a debater, sem acusações ou depreciações do outro

Não é válido o argumento que são petistas sem inteligência, broncos, mortos de fome

Há defensores de todo nível social e cultural

Tanto da esquerda quanto da direita

Também não é válido o argumento de que não dá pra refutar provas de acusação

Temos um legislativo, judiciário e executivo falhos e tendenciosos

Além da mídia também não ser muito confiável

Busco, leio, me informo, tenho um nível de inteligência razoável

Não estou radical numa posição, pés fincados, mente fechada

E tenho me sentido manipulada, usada, extorquida em meus direitos

Pessoas que amo e admiro, inteligentes estão em posições diferentes

Para qualquer lado desse “processo” que olhe há nebulosidades!

O que dizer de quem não tem essa possibilidade de análise?

Certamente irão olhar o que chegou em sua mesa ou não

Num momento ou outro dessa política!

Esse julgamento teve no Twitter acessos de 44,1% pró-Lula e 34,6% contra Lula

Além dos 15,3% neutros dos 1,2 milhões de postagens

Isso sem falar nas manifestações das ruas!

Isso tudo já dá a dimensão do problema para o Brasil

Única coisa que acho extremamente necessário é não nos fecharmos numa posição radical

Abrir a mente, conversar, debater, aceitar a opinião do outro com respeito, sem ofensas

Uma vez que não podemos confiar cegamente no que ouvimos por aí

Nem na mídia, nem na nossa justiça

Nem no que se “prova”, a favor ou contra esse ou aquele

Não é burro ou limitado quem pensa diferente de nós

Pode ser alguém vendo por um ângulo extra

Usar o mesmo “pau pra bater no Chico ou no Francisco”

Estar claros que não se trata de condenar um ou outro político

Mas de talvez condenar ou não uma população inteira ao limbo

A história nos mostra que as piores tragédias ocorreram sob a batuta do radicalismo

Só isso bastaria para nos mantermos abertos a opiniões…

E que Deus tenha piedade de nós!

Alda M S Santos