Busca

Tag

varanda

Da minha varanda

DA MINHA VARANDA

A vista da minha varanda

Sou eu quem faço

Dizem que são sempre as mesmas árvores

As mesmas casas inacabadas, as mesmas aves

O mesmo vento, o mesmo sol, a mesma chuva

O mesmo céu…

Mas sou eu quem pinto esse quadro

Sou eu quem dou o tom, a intensidade

Sou eu quem estilizo, dou o brilho a cada cor

Personalizo meu quadro diário

Sou eu quem “fotografo” com e para a alma

Tudo que há de belo ali

Posso tornar tudo fosco, cinza, preto e branco

Ou posso pintar tudo multicolorido

Tudo dependerá das cores que houver em mim

Naquele momento que minha “objetiva” captar a imagem

Não há monotonia, não há rotina

Cada dia nova imagem que me absorve

Com encanto e magia…

Alda M S Santos

Na varanda

NA VARANDA

Sentada na varanda ela vê a vida passar noutro ritmo

Com uma trilha sonora diferente, rica

Cantos, sem vozes, algazarra e encantos

Sob cores fortes, intensas, naturais

Observa o enredo matutino que se desenrola no telão da vida

Tudo ali fala, o silêncio grita, há comunicação

As palavras são supérfluas, desnecessárias

Canarinhos entram e saem do ninho sob o telhado

Conversam entre si, renovam e festejam a vida de seus ovinhos

Calangos passam correndo, saracuras idem

Beija-flores se refestelam e passeiam de flor em flor no jardim

Borboletas e joaninhas fazem a polinização

Lagartas sapecam quem ousa encostar nelas

A cadelinha se estira na grama macia e úmida

O sol reina sobre todos, debaixo de um céu de intenso azul

Cada qual sabe bem seu papel e o executa com alegria

E ela ali, a observar…

Busca dentro de si aquela mesma harmonia

Aquela “certeza” leve de também executar bem seu papel

Na tantas vezes complexa trama da vida…

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: