Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

prazeres

Não gosto

NÃO GOSTO
Não gosto de saber
Dessa vida tão passageira
Não gosto de não saber
Das necessidades não atendidas
Não gosto de querer
Impossibilidades
Não gosto de não querer aquilo que me cabe
Não gosto de me envolver naquilo que não tem sentido
Não gosto de estar à parte do que tem verdadeira importância!
Não gosto da ausência de respostas
Não gosto de parecer mal agradecida
Não gosto de não gostar
Tento muito gostar
Mesmo do que não mereça meu gosto, meu gozo, meu prazer…
Gostando ou não gostando,
Vou seguindo meu caminho
Fazendo meu viver
Enquanto não perecer.
Alda M S Santos

Como coçar

COMO COÇAR

Há certas coisas que são como coçar

Se você começar não dá pra parar

Fazer xixi, dormir, chorar, ou gargalhar

Se começou fica difícil parar

Cada qual sabe melhor de si

Onde não dá pra se meter

Ou o viver que se pode fazer

Pois sabe bem como é difícil interromper

Para uns é comer, beber, jogar, amar

Para outros é falar, confiar, desabafar

Se for impossível parar, melhor nem começar

Bom seria fazer o que traz somente bem-querer

Mas se for impossível saber

Vá com calma, a vida vai ensinando a viver

Alda M S Santos

Mais no meu blog vidaintensavida.com

Pequenos grandes prazeres

PEQUENOS GRANDES PRAZERES

Há prazeres de incomparável valor

Acordar ao lado do seu amor

Não mais sentir aquela dor

Dormir em paz com sua consciência

Conseguir ignorar toda maledicência

Há prazeres de incomparável valor

Encontrar dinheiro onde não esperava

Sorrir renovado onde antes chorava

Esquecer o que não vale a pena mais lembrar

Guardar no peito direitinho o que merece eternizar

Há prazeres de incomparável valor

Balançar numa gangorra na árvore presa

Sair de um trauma, quase ilesa

Ocupar-se ao outro dando a mão, sendo irmão

Tomar chuva em tardes de verão

Há prazeres de incomparável valor

Morar noutro coração por direito, não por favor

Nas noites frias sempre fazer amor

Perceber que não mais sangra aquela cicatriz

Responder aos enxeridos com “seu nariz” ou “isso nada me diz”

Há prazeres de incomparável valor

Rir até a barriga doer

Ser criança, sapeca, até não mais poder

Receber um abraço de carinho apertado

Ser sempre seu maior e melhor aliado…

Há pequenos grandes prazeres de incomparável valor…

Alda M S Santos

Antecipações

ANTECIPAÇÕES
Dizem que o melhor da festa é esperar por ela
As expectativas que criamos,
Nosso figurino, nossa companhia,
Quem poderemos rever para matar as saudades
A playlist que será tocada
Com quem iremos dançar, as boas conversas
O vislumbre do que poderá vir a ser,
Torna tudo mais agradável, prazeroso
Cria uma ansiedade boa.
Aguardamos uma festa, antecipamos um feriado
Esperamos pelas férias, ansiamos por um encontro
Organizamos uma viagem de fim de semana,
Aquele happy hour com as amigas…
Tudo baseado nessas sensações antecipadas.
Muitas vezes o que antecipamos é melhor do que o real.
Benéfico na medida que prolonga a sensação prazerosa
Prejudicial se fizer sombra à realidade.
Mas ninguém pode nos tirar essa capacidade imaginativa
Tão nossa, tão singular, tão necessária!
Que possamos dar asas a ela e ser felizes,
Afinal, só pode haver sombras onde a luz brilha!
Alda M S Santos

Pequenos prazeres

PEQUENOS PRAZERES 

Um beijo de “bom dia, princesa”, 

A roseira que desabrocha pela primeira vez

O pão quentinho e o café fresquinho

O abraço gostoso de uma amiga

O sorriso gentil de um desconhecido qualquer

O ônibus que passa na hora certa

A música preferida bem alta

Aquele lindo filme tantas vezes reprisado

Andar semi nua pela casa sem se preocupar com olhares curiosos

A gargalhada de uma criança sapeca

A satisfação de um velhinho que se distrai com o plástico bolha

O fim de um livro perfeito

A soneca depois do almoço

O balançar na rede debaixo de uma árvore

A canção entoada pelos pássaros

Pessoas que nos amam ao nosso lado…

São tantos os pequenos prazeres…a todo o tempo.

Eles fazem a alegria de nossas vidas.

Quem muito espera pelos grandes acaba por perder os pequenos prazeres,

Deixa a vida ir e fica para trás com sua rabugice.

Alda M S Santos

Prazeres simples 

PRAZERES SIMPLES

Mais que poder ignorar o despertador, 

Prazer é ter uma cama onde continuar dormindo

Ou deitado…

Observar o dia amanhecer tranquilamente

Os raios de sol atravessando a janela

Aquecendo nosso corpo sobre a cama

Ouvir a paz que reina no silêncio da aurora

Sons do silêncio… 

Esses permitem ouvir nossos corações

Agradecidos, esperançosos, repletos de desejos…

E um dia lindo pela frente a convidar:

Vamos?

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: